Ferroviário de Maputo invicto vai subindo sorrateiramente

Moçambique 30-05-2021 17:44
Por Alexandre Zandamela, Maputo

Enquanto as atenções, grosso modo, estão concentradas na excelente carreira da Associação Black Bulls, que indiscutivelmente segue no comando, bem como na decepção que tem sido o campeão Costa do Sol, o Ferroviário de Maputo, esse, vai subindo, sorrateiramente, no Campeonato Moçambicano de Futebol da 1ª Divisão, estando agora na segunda posição e também sem qualquer derrota.

 

Este domingo, os locomotivas de Daúdo Razaco mereceram as honras da oitava jornada, com a sua deslocação vitoriosa à cidade da Beira, diante do Ferroviário local, por uma bola sem resposta, golo do costa-marfinense Kidou, aos 71 minutos.

Na verdade, quem vai ao Chiveve e consegue triunfar tem motivos bastantes para festejar. E foi o que fizeram os jogadores do Ferroviário de Maputo, assim como o seu treinador, pois os verde-e-branco da capital sofalense dificilmente perdem no seu terreno.

 

E dois outros pormenores interessantes relacionados com este embate têm a ver com o facto de o Ferroviário de Maputo, para além de continuar invicto, ter somado a sua quarta vitória consecutiva após o reatamento do Moçambola e, curiosamente, trocado de posição com o seu homónimo beirense, saindo da terceira para a segunda posição na tabela classificativa, a quatro pontos do líder destacado Black Bulls.

 

Os “touros” do português Hélder Duarte jogaram no seu terreno, no Tchumene, na Matola, diante da Liga Desportiva de Maputo, ganhando por 2-1. O Black Bulls adiantou-se no marcador aos nove minutos, por intermédio de Kadre, tendo Gildo empatado aos 55. Mas Ejaita, o goleador da equipa, selou a vitória aos 72, para desalento de Dário Monteiro, que se mostrou crítico em relação ao trabalho da equipa de arbitragem.

 

Nos outros embates deste domingo, apenas empates: 0-0 no Ferroviário de Nampula-Associação Desportiva de Vilankulo, com os locomotivas da capital nortenha de mal a pior, mesmo com o afastamento do técnico Chaquir Bemate; no Textáfrica do Chimoio-Ferroviário de Nacala; e 1-1 no Incomáti de Xinavane-Matchedje de Mocuba.

 

Entretanto, na sexta-feira, na abertura da oitava jornada do Moçambola, o novo primodivisionário Ferroviário de Lichinga não se deixou intimidar pela grandeza do seu adversário, União Desportiva do Songo, vencendo por 1-0, golo de Djey, de grande penalidade.

 

Por seu turno, o campeão Costa do Sol, finalmente, conheceu a sua primeira vitória na era Artur Comboio. No clássico com o Desportivo de Maputo, os canarinhos ganharam por 2-0, mercê de golos de Raimon e Telinho, numa partida em que a derrota constituiu um rude golpe aos alvi-negros, a avaliar pela forma como se bateram.

 

O Moçambola vai sofrer paragem de uma semana, para dar lugar a um torneio internacional organizado pela Federação Moçambicana de Futebol, envolvendo os Mambas, naquela que será a primeira intervenção do técnico português Horácio Gonçalves, e as selecções de Eswathini (ex-Suazilândia) e do Lesotho. 

 

Resultados da 8ª jornada:

Black Bulls-Liga Desportiva de Maputo                  2-1

Ferroviário da Beira-Ferroviário de Maputo            0-1

Costa do Sol-Desportivo de Maputo                         2-0

Ferroviário de Lichinga-UD Songo                          1-0

Ferroviário de Nampula-AD Vilankulo                    0-0

Textáfrica do Chimoio-Ferroviário de Nacala          0-0

Incomáti de Xinavane-Matchedje de Mocuba          1-1

 

Classificação actual: 1° Black Bulls (22 pts); 2° Ferroviário de Maputo (18); 3° Ferroviário da Beira (18); 4° UD Songo (15); 5º AD Vilankulo (14); 6º Ferroviário de Lichinga (12); 7º Incomáti de Xinavane (11); 8º Liga Desportiva de Maputo (10); 9° Ferroviário de Nacala (10); 10° Costa do Sol (10);  11° Desportivo de Maputo (7); 12° Textáfrica de Chimoio (5); 13° Ferroviário de Nampula (4) e 14° Matchedje de Mocuba (3).

Ler Mais

Últimas Notícias