‘Caso Marega’: Vitória recorre ao TAD de castigo de três jogos à porta fechada

Vitória de Guimarães 04-05-2021 14:40
Por Redação

O Vitória de Guimarães foi punido com três jogos à porta fechada e 53.550 euros de multa, pelos insultos racistas dirigidos a Moussa Marega no jogo com o FC Porto, da jornada 21 da edição 2019/2020 da Liga, disputado a 16 de fevereiro do ano passado, no Estádio D. Afonso Henriques.

 

Em comunicado, a administração da SAD do emblema minhoto fez saber que «por não concordar com os seus fundamentos e, bem assim, com o seu sentido, a sociedade desportiva vai impugnar a decisão junto do Tribunal Arbitral do Desporto.»

 

Comunicado na íntegra:

 

Impugnação para o Tribunal Arbitral do Desporto

 

1. No 3 de maio de 2021, a Vitória Sport Clube – Futebol, SAD foi notificada do acórdão proferido pela Secção Profissional do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol no âmbito do Processo Disciplinar n.º 73 – 2019/2020 (“Caso Marega”);

2. De acordo com o segmento decisório, a Vitória Sport Clube – Futebol, SAD foi condenada pela prática da infração disciplinar prevista e punida pelo artigo 113.º do RDLPFP com a sanção de multa de 750 UC (EUR 53.550) e com a sanção de realização de 3 jogos à porta fechada;

3. Por não concordar com os seus fundamentos e, bem assim, com o seu sentido, a sociedade desportiva vai impugnar a decisão junto do Tribunal Arbitral do Desporto.

A Administração da Vitória Sport Clube – Futebol, SAD

Ler Mais
Comentários (36)

Últimas Notícias

Mundos