UEFA negoceia investimento mínimo de €4,5 mil milhões para a nova Champions

UEFA 21-04-2021 08:56
Por Hugo Vasconcelos

Segundo a agência financeira americana Bloomberg - informação depois sublinhada pela rádio monesgasca RMC Sport -, a UEFA estará em negociações adiantadas com a sociedade financeira Centricus Asset Management para um investimento mínimo de 4,5 mil milhões de euros, podendo chegar aos 7 mil milhões, na nova Liga dos Campeões, cujo formato, a partir de 2024, foi aprovado anteontem - um valor acima do anunciado pela Superliga, de 4 mil milhões, suportado pela sociedade gestora JP Morgan.

 

O processo, de resto, estará a ser conduzido em colaboração direta com os alemães do Bayern e com os franceses do PSG, o que de certa forma ajudará a explicar as razões pelas quais estes dois clubes terão sido os nomes mais surpreendentes entre os que ficaram fora do grupo de fundadores da Superliga.

 

Mesmo que a Superliga caia com a mesma velocidade com que apareceu, é inegável que alguns dos mais ricos clubes da Europa deram um sinal de união, o que obrigará a UEFA a reagir a toda a agitação, sendo que tal poderá passará por procurar corresponder, mais ainda, aos imperativos financeiros na base desta tentativa de dissidência. Admite-se inclusivamente que possam surgir ainda ajustes ao já anunciado novo formato da Liga dos Campeões.

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias