Milan desiste da Superliga, Juventus reconhece «possibilidades reduzidas» do projeto

Itália 21-04-2021 12:48
Por Redação

O Milan juntou-se ao lote de clubes que desistiram da Superliga Europeia. A Juventus, por seu lado, reconhece que o projeto, tal como foi concebido, tem «possibilidades reduzidas» de ser colocado em prática.

 

O emblema de Milão oficializou a decisão com o seguinte comunicado:

 

«Aceitámos o convite para participar no projeto da Superliga com a intenção genuína de criar a melhor competição europeia possível para os adeptos de todo o mundo, para proteger os interesses do clube e dos nossos adeptos. A mudança não é fácil, mas a evolução é necessária para progredir, e a estrutura do futebol europeu também evoluiu e mudou ao longo dos anos. Mas a voz e as preocupações dos adeptos espalhados pelo mundo sobre o projeto da Superliga têm sido fortes e claras, e o nosso clube deve permanecer sensível e atento à opinião daqueles que amam este desporto maravilhoso. No entanto, continuaremos a trabalhar ativamente para definir um modelo sustentável para o mundo do futebol.»

 

Já a Juventus diz estar «ciente do pedido e das intenções manifestadas por alguns clubes de se retirarem deste projeto, embora os procedimentos necessários previstos no acordo entre os clubes não tenham sido concluídos.»

 

«Nesse contexto, a Juventus, embora continue convicta da validade dos pressupostos desportivos, comerciais e legais do projeto, considera que atualmente o mesmo apresenta possibilidades reduzidas de ser concretizado nos moldes em que foi inicialmente concebido», pode ler-se no comunicado do emblema de Turim.

 

Barcelona e Real Madrid são, agora, os únicos clubes associados ao projeto da Superliga Europeia. Pelo caminho ficaram os restantes dez emblemas fundadores: Manchester City, Manchester United, Liverpool, Chelsea, Arsenal, Tottenham, Atlético Madrid, Inter, Milan e Juventus.

Ler Mais
Comentários (29)

Últimas Notícias