SAD necessita de €38 milhões em mais-valias nas transferências

FC Porto 20-04-2021 09:06
Por Paulo Pinto

Depois dos mais de 75 milhões de euros arrecadados em prémios monetários na presente edição da Liga dos Campeões, Fernando Gomes começa a fazer contas ao segundo semestre do exercício referente à época 2020/2021 e assegura que a SAD terá de fazer, pelo menos, 38 milhões de euros em mais-valias com a venda de passes de jogadores. O dirigente explicou que o dinheiro proveniente da opção de compra de Danilo para o PSG (16 milhões) e de Vítor Ferreira para o Wolverhampton (20 milhões) devem garantir o equilíbrio desejado.

 

«Para tudo correr como desejamos, com a margem de lucro que tínhamos no nosso orçamento, ainda precisamos de fazer qualquer coisa como 38 milhões de euros de mais-valias até ao final da época. O que, praticamente, o Danilo e o Vitinha garantiram. Nós ficamos relativamente tranquilos», assume, assegurando, contudo, que é imperioso o FC Porto conseguir a presença na próxima fase de grupos da Champions, ou por via direta como campeão ou, em alternativa, terminando o campeonato no segundo lugar, que, face ao ‘ranking’ atual de Portugal na UEFA, permite uma entrada direta de uma segunda equipa na fase principal da prova milionária.


«Não esperamos outra coisa que não seja participar na próxima edição da Liga dos Campeões. Não o fazer seria um duríssimo golpe e iria trazer-nos imensas dificuldades financeiras», avisa.

 

Leia o artigo na integra na edição impressa ou digital de A BOLA.

Ler Mais
Comentários (39)

Últimas Notícias