Benfica é o único da frente sem expulsões e tem 263 minutos em superioridade

Liga 16-04-2021 10:22
Por Rogério Azevedo

Os adversários do Benfica começam a queixar-se de que os encarnados têm sido beneficiados por demasiadas expulsões de adversários. Em cinco jornadas, de facto, a equipa da Luz jogou em superioridade numérica: Gil Vicente, FC Porto, SC Braga e Paços de Ferreira fora de casa e Boavista em casa. Ygor Nogueira, Taremi, Fransérgio, Stephen Eustáquio e Chidozie viram, nestes cinco jogos, o cartão vermelho. Total de 263 minutos a jogar com mais homens em campo. Ou seja, 58 por cento do tempo de jogo nestes cinco jogos.

 

Só o Sporting, entre os quatro primeiros classificados, tem igualmente tempo de jogo em superioridade numérica: 13 minutos no Belenenses-Sporting (expulsão de Tomás Ribeiro) e 14 no Sporting-Farense (Defendi), mas 10 minutos em inferioridade numérica em Famalicão (Pedro Gonçalves).

 

O SC Braga, entre adversários (Corona do FC Porto, Riccieli do Famalicão e Jorge Fernandes do V. Guimarães) e jogadores próprios (Fransérgio por duas vezes, David Carmo por outras duas e ainda Raul Silva), esteve mais tempo em inferioridade do que em superioridade: 45 minutos.

 

O FC Porto tem a mesma situação. Corona, Uribe e Zaidu foram expulsos, tal como Pedro Sá (Portimonense) e Raul Silva (SC Braga). Entre prós e contras, 32 minutos a jogar com menos um homem.

 

O Benfica é ainda, entre os quatro primeiros, o único sem jogadores expulsos no campeonato 2020/2021. Só outra equipa ainda não viu qualquer cartão vermelho nesta Liga: Moreirense.

 

Leia mais na edição digital ou na edição impressa de A BOLA.

Ler Mais
Comentários (36)

Últimas Notícias