«Qualquer dia sou despedido, porque estou sempre castigado»

Sporting 15-04-2021 13:21
Por Redação

Rúben Amorim voltou a garantir que não disse as palavras que provocaram a sua expulsão frente ao Famalicão e os 15 dias de suspensão. O treinador leonino admitiu que tantas expulsões até podem provocar que seja despedido.

 

«Vou falar disto apenas mais uma vez para não me prejudicar mais. Fui expulso por umas afirmações que não são verdade e vou meter isso na minha defesa. Se posso ser expulso por palavrões, que seja expulso por palavrões. Agora aquilo que está a seguir, e dá sustentação ao castigo (conseguiste o que querias), é falso. Portanto, vou-me defender e é última vez que me vou pronunciar por algum castigo, porque o grande castigado sou eu. Qualquer dia sou despedido do Sporting, porque estou sempre castigado», disse o técnico leonino, em conferência de imprensa.

 

Rúben Amorim garantiu que não mudou nada a sua forma de estar: «Sempre fui assim no banco. Já aconteceu várias vezes. A minha forma de estar é sempre assim. Vivo das emoções do jogo. Durante o jogo estamos a viver do jogo e não vejo diferença para aquilo que era no passado. Não mudou por estar no final do campeonato. Temos condições de ganhar ao Farense com ou sem o treinador no banco.»

Ler Mais
Comentários (164)

Últimas Notícias