«Sinto vergonha desta equipa»

Itália 15-04-2021 19:43
Por Redação

Tommaso Giulini, presidente do Cagliari, emblema que luta pela permanência na Serie A, fala em traição dos jogadores e admite sentir-se envergonhado nas ruas daquela cidade italiana.

 

«Os jogadores vão ficar no centro de treinos nos próximos dois dias. Vão ter de mostrar aquilo que não foram capazes nas 30 jornadas anteriores. Este é o jogo da vida deles. Acreditamos na manutenção, mas o foco tem de estar no imediato e isso passa por vencer o Parma», vincou, em declarações à Radiolina, referindo-se à receção à equipa onde atuam os portugueses Bruno Alves e André Silva.

 

«Não estou desapontado, estou furioso com a nossa temporada. Temos um plantel importante, com campeões como Diego Godin, Radja Nainggolan, Giovanni Simeone e Daniele Rugani. Não esperávamos estar nesta situação», vincou Giulini.

 

«Detesto andar pelas ruas de Cagliari e sentir vergonha desta equipa. Chego até a sentir-me traído, mas não quero falar em nomes. Não digo que alguém nos traiu ou que esteja já a pensar no seu próximo clube, mas por vezes sinto-me traído pelo grupo», afirmou.

 

O Cagliari ocupa o 18.º lugar da Serie A, o primeiro abaixo da linha de água, com 22 pontos, seguido do Parma, na 19.ª posição, com 20 pontos.

Ler Mais
Comentários (4)

Últimas Notícias

Mundos