Vieira explica contratações do Benfica

Benfica 28-02-2021 21:01
Por Redação

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, garantiu que todas as contratações tiveram o aval do treinador Jorge Jesus.

 

«Não houve um jogador que viesse e o Jorge Jesus não tivesse dito que sim. Aliás, vou falar de dois casos. Um que ele queria era Cabrera (defesa-central) e o Espanhol estava a pedir 15 milhões e eles praticamente nos deviam 15 milhões de euros. Outro defesa-central foi o Koch, que era da equipa do Lucas, mas esse era impossível de contratar. O Jorge fez uma pressão fantástica por Everton e toda a gente o conhece, é um internacional brasileiro. Darwin foi um pedido expresso do Jorge Jesus, que já seguíamos. A parte central, o Otamendi veio porque o Rúben Dias saiu. Vertonghen foi contratado com o seu consentimento. Ele disse que não era bem aquilo que pretendia, mas que não podíamos contratar o Cabrera... O Gilberto também foi um pedido do treinador. Pedrinho não foi contratado quando estava no Benfica e ele até disse que caso fosse ele escolhia outro jogador, se calhar falava do Everton, mas quando chegou cá disse que o Pedrinho era um craque e que tinha um pé esquerdo diabólico. Jorge Jesus teve uma voz ativa. Qualquer contratação passava por Jorge Jesus, Rui Costa, Tiago Pinto e eu. Existe total sintonia em todos. Estamos agarrados uns aos outros», explicou o presidente do clube encarnado, em entrevista à Benfica TV.

Ler Mais
Comentários (114)

Últimas Notícias