Paulo Meneses reflete sobre a recandidatura

Paços de Ferreira 25-02-2021 10:54
Por Paulo Pinto

Cumprindo a tradição, tudo se conjuga para que as próximas eleições no Paços de Ferreira para o biénio 2021/2023 se realizem em maio, mas antes disso é provável que o presidente da Mesa da Assembleia Geral, Joaquim Ferreira, convoque uma reunião magna para os sócios debaterem algumas questões prementes relacionadas com a situação do clube pós-pandemia.

 

Paulo Meneses, um dos rostos do sucesso da excelente campanha protagonizada pelos pacenses nesta época desportiva, está em período de reflexão, pois o cargo tem roubado muito tempo à família e aumentou também a responsabilidade face aos efeitos nefastos do Covid-19, que obrigaram o clube a ter mais despesas, nomeadamente com a realização bissemanal de testes de controlo ao vírus.
O atual líder da Direção e da SDUQ analisa os prós e os contras de uma recandidatura e já terá uma decisão tomada, mas precisa de maturar sobre a mesma...
 

Só vota quem tiver quotas em dia
 

Há uma questão que precisa de ser resolvida em assembleia geral pelos associados do Paços de Ferreira e prende-se com o facto de muitos terem deixado de pagar as quotas após a pandemia, situação que, à luz dos estatutos, os impede de exercer o direito de voto nas eleições. O problema deve ser escalpelizado na reunião magna de abril, pois muitos sócios não pagam as quotas há um ano e isso impossibilita-os de participarem no ato eleitoral, a menos que seja encontrada uma solução na assembleia geral que sirva para contornar os estatutos neste caso específico.
 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias