Jogadores receberam grupo de adeptos no Centro de Treinos

Marselha 06-02-2021 17:01
Por Redação

Na véspera de receber o Paris Saint-Germain para o centésimo clássico entre as duas equipas, os jogadores do Marselha receberam um grupo de representantes de adeptos para uma conversa. O momento acontece também num contexto delicado, com o treinador André Villas-Boas suspenso e uma semana depois de uma tentativa de invasão à Academia do clube, Commaderie.

 

De acordo com o canal francês RMC Sport o encontro ocorreu entre todos os jogadores, sem staff ou dirigentes, e alguns representantes das claques num dos relvados do complexo desportivo. A exceção foi Milik, que está também fora do jogo.

 

Os adeptos pediram explicações a alguns jogadores, como Thauvin ou Payet, com o primeiro a admitir algum desgaste devido a questões relacionadas com a renovação, e falaram em falta de empenho e luta.

 

Álvaro González, que foi agredido na semana passada, foi uma das vozes mais ouvidas e, segundo a rádio, deixou a garantia de que os jogadores tudo estão a fazer para defender o clube.

 

A mesma fonte refere ainda que os adeptos reconheceram ter ido «longe de mais» na semana passada e que a situação se descontrolou. 

 

Ler Mais
Comentários (4)

Últimas Notícias