«Longe de nós querer meter jogadores infetados a jogar»

Sporting 22-01-2021 19:36
Por Redação

Rúben Amorim, treinador do Sporting, diz que não se sentiu prejudicado por não ter podido contar com Nuno Mendes e Sporar na meia-final da Taça da Liga com o FC Porto. Porém, deixa claro que o sentimento dos dois jogadores será necessariamente diferente.

 

«Já falámos muito sobre isso. Para nós, e para mim, era importante, não queríamos meter jogadores infetados a jogar, longe de nós; nem estariam ao pé dos nossos jogadores. Foi confirmado hoje [sexta-feira] que nós tínhamos razão e isso é o mais importante. Não me sinto prejudicado, quem se sente prejudicado é o Sporar e o Nuno Mendes porque não puderam fazer o seu trabalho, não estando infetados. Obviamente que o grupo ficou mais fraco. Basta um jogador, até um membro do staff sair e ficamos mais fracos porque somos um grupo que trabalha muito assim. Injustiçados foram os jogadores. Erros acontecem, mas podia ter sido tratado de outra forma», notou o técnico leonino, em conferência de imprensa.

 

«O mais importante é que o nosso médico fez tudo de acordo com as regras. Para nós, equipa técnica e jogadores, é um assunto encerrado», vincou.

Ler Mais
Comentários (7)

Últimas Notícias

Mundos