Escolas vão continuar abertas; venda ao postigo limitada

COVID-19 18-01-2021 18:05
Por Redação

António Costa anunciou, esta segunda-feira, após Conselho de Ministros extraordinário, o reforço das medidas limitativas à circulação de pessoas de forma a prevenir a propagação da pandemia. Embora tenha apontado uma redução de «cerca de 30 por cento» de circulação das pessoas no passado fim de semana, o líder do Executivo reforçou que é «inaceitável manter este nível de circulação».

 

As medidas não abrangeram o encerramento das escolas e universidades, algo que tem sido insistentemente pedido pelos especialistas, mas foi retomada a proibição de circulação entre concelhos aos fins de semana.

 

Principais medidas:

 

- Proibida a venda ou entrega ao postigo em qualquer estabelecimento do ramo não alimentar e de qualquer tipo de bebida nos estabelecimentos autorizados;

- Proibida a permanência e consumo de bens alimentares nas imediações dos estabelecimentos;

- Encerrados todos os espaçso de restauração em centros comerciais, mesmo em regime de take away;

- Encerramento de espaços de lazer como campos de padel e ténis;

- Proibidas campanhas de saldos, liquidações e promoções que promovam a deslocação de pessoas;

- Proibida a permanência em espaços públicos (jardins, por exemplo);

- Encerradas universidades sénior, centros de convívio e centros de dia;

- Proibição de circulação entre concelhos aos fins de semana;

- Todos os estabelecimentos de qualquer natureza devem encerrar às 20h nos dias úteis e às 13h aos fins de semana, com exceção do retalho alimentar que nestes dias poderá prolongar-se até às 17 horas;

- Reforço da fiscalização por parte da ACT e das forças de segurança

Ler Mais

Últimas Notícias

Mundos