«Metade do salário de Neymar vai para os nossos hospitais»

França 15-01-2021 17:33
Por Redação

Raymond Domenech é contra a proposta de redução dos salários dos jogadores em 30 por cento. O técnico do Nantes deu o exemplo de Neymar (PSG) e recordou que metade do seu vencimento vai para o Estado.

 

«Podem falar que os salários no mundo do futebol são excessivos, só que grande parte dos salários dos jogadores vai para o Estado. Existem alguns casos em que três quartos dos salários vão para o Estado. Metade do salário de Neymar vai para os nossos hospitais, escolas e outras coisas. É preciso não esquecer isso», realçou o treinador francês, em conferência de imprensa.

 

A liga francesa encontra-se em negociações com o Sindicato dos jogadores para uma redução salarial de 30 por cento. O problema com a rescisão dos contratos de direitos televisivos obriga a uma redução salarial para tentar travar uma crise económica.

Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias