Renato Gaúcho evoca discurso semelhante a Jorge Simão e Sampaoli

Grémio 31-12-2020 14:30
Por Redação

Após o empate com o São Paulo (0-0) que garantiu a passagem do Grémio à final da Taça do Brasil, Renato Gaúcho utilizou uma analogia curiosa para explicar a maior posse de bola do adversário. O treinador brasileiro traçou uma comparação que já havia sido utilizada pelo português Jorge Simão e pelo argentino Sampaoli.

 

«A minha equipa é objetiva e procura marcar. Não adianta ficar a trocar a bola dentro do meio-campo defensivo, não me interessa 70% de posse. Aliás, vou-vos contar uma história. Imaginem um homem que levou uma mulher bonita para jantar à luz das velas. Conversaram bastante, saíram do restaurante e foram para a discoteca até às cinco da madrugada, sempre com muito tema de conversa. Então, chega um amigo meu, fala 15 minutos e sai com ela para o motel. Perceberam? O meu amigo ganhou o jogo», atirou aos jornalistas.

 

Recorde-se que Jorge Simão já havia utilizado uma analogia semelhante, na antevisão do jogo com o Benfica, enquanto treinava o SC Braga, em 2017. Na altura, o treinador português citou Jorge Sampaoli, que se encontrava no comando técnico do Sevilha.

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias