FIFA procura salvaguardar direitos das jogadoras durante gravidez

Futebol Feminino 19-11-2020 16:15
Por Redação

A FIFA anunciou esta quinta-feira que se prepara para proceder a alterações nos regulamentos, de forma a salvaguardar os direitos das jogadoras durante a gravidez. As regras vão ser votadas no próximo mês e serão colocadas em prática no dia 1 de janeiro 2021.

 

Caso seja aprovado, os clubes vão ser obrigados a conceder uma licença de maternidade de 14 semanas, em que serão pagos dois terços do ordenado da atleta e a reintegrar a jogadora no plantel após este período, garantindo os cuidados médicos adequados.

 

Se algum emblema optar por rescindir o contrato com a jogadora após esta ficar grávida, vai ter de pagar uma compensação à atleta, uma multa à FIFA e fica banido de efetuar transferências durante um ano.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos