«Temos pouco golo», diz regressado Pepa

Paços de Ferreira 29-10-2020 15:29
Por Redação

Pepa concedeu que o Paços de Ferreira terá de melhorar a eficácia ofensiva para ter sucesso na receção frente ao FC Porto, ja na sexta-feira a abrir a sexta jornada.

 

O próprio treinador foi também protagonista da conferência de imprensa, ele que esteve vários dias afastado da equipa após teste positivo à Covid-19. «Tinha muita saudade, custou muito estar de fora, porque gosto muito do que faço, mas é o que é. Tive confiança no grupo de trabalho e equipa técnica fantástica, os jogadores foram inexcedíveis no trabalho e profissionalismo, mostraram uma alma tremenda, como se impunha, e fiquei satisfeito», disse Pepa, pedindo coragem, uma vez que o clube está inserido numa região bastante afetada:

 

«Vamos passar um inverno duro, é preciso dizer, mas temos de ser corajosos, responsáveis e pensar que, juntos, vamos ultrapassar isto.»

 

Quanto ao jogo, o treinador disse que até gostou do que viu quando esteve ausente, mas que algo terá de mudar para defrontar o FC Porto.


«Temos 'pouco golo' para tanto volume ofensivo e teremos de ter muito cuidado na fase de construção, porque o FC Porto identifica bem as referências de pressão. Depois, é desfrutar do jogo, levá-lo para a dimensão que pretendemos e manter o equilíbrio emocional, porque isso dá-nos equilíbrio tático e melhores decisões», disse Pepa.


«Sabemos o que vamos encontrar, independentemente das escolhas do Sérgio [Conceição], que não me canso de dizer que tem feito um trabalho extraordinário. Estamos a falar de uma equipa muito forte e muito orientada. As alterações naquela equipa serão normais e resultam da gestão que tem de ser feita. Quem nos dera também poder jogar de dois em dois dias», referiu.  


Pepa destacou quatro pilares na equipa adversária: «O Pepe é um líder por natureza e tem um nível de rendimento altíssimo, o Sérgio Oliveira acrescenta muito em qualquer equipa nos lances de bola parada e é o cérebro, o Otávio desequilibra por dentro e por fora. O Marega é exímio a procurar os espaços.»

 

 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias