João Almeida promete correr para o quarto lugar

Volta a Itália 25-10-2020 11:04
Por Redação

João Almeida (DQT) voltou a destacar-se na luta pelos primeiros lugares do Giro, ao atacar forte na subida para Sestriere, deixando para trás Pello Bilbao (TBM) e Wilco Kelderman (SUN) e ficar, no final, a 23s do 4.º lugar na geral.

 

Posição a que o jovem português ainda pode ambicionar, por ter sido superior ao espanhol nos dois contrarrelógios anteriores, ao registar menos 37 s no primeiro (de 15,1 km) e 1,22 m no segundo (34,1 km) - o 3.º lugar do holandês Kelderman, com vantagem de 2,18 m, está já demasiado longe.


«Claro que vamos tentar chegar ao 4.º lugar. São 23 segundos de diferença e sei que o Bilbao também vai correr para segurar a posição que ocupa. O percurso é plano e permite boas velocidades, mas temos de ter em conta o desgaste físico de todos estes dias, que se pode refletir-se na etapa de amanhã [hoje]», assegurou João Almeida a A BOLA durante a viagem de 250 km até Milão, no caso dele feita no carro do diretor desportivo, enquanto os companheiros seguiam no autocarro da Deceuninck-QuicStep.


«A equipa tinha preparado um plano para a parte final que resultou, graças ao excelente trabalho dos meus companheiros. Quando me apercebi de que o Kelderman e o Bilbao iam justos, nos últimos quatro km ataquei e sempre deu para ganhar alguns segundos, ainda que talvez não tantos como aqueles que pretendia», concluiu o jovem de 22 anos.


Os 190 km de Alba a Sestriere de ontem, além da falta de pernas de Kelderman para defender a camisola rosa, evidenciaram a ascensão de Tao Geoghegan Hart (IGD) e Jai Hindley (SUN), com o primeiro a vencer a etapa. Ambos partem hoje em igualdade de tempo para o contrarrelógio, decisivo para apurar o vencedor desta Volta à Itália. 
 

Rúben Guerreiro sairá para a estrada às 14.20 horas e João Almeida às 15 horas. 

 

Leia mais na edição impressa de A BOLA.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias