Renovações vão avançar

Sporting 08-10-2020 11:42
Por Redação

O mercado de transferências fechou na terça-feira, mas isso não é sinónimo de descanso nos gabinetes da administração do Sporting, uma vez que, concluídos os dossiers relativos a contratações, empréstimos ou vendas, abrem-se agora outros, o das renovações de contratos, e, aqui, surgem três nomes na lista de prioridades, casos do guarda-redes Luís Maximiano, de 21 anos, o médio-centro João Palhinha, e o extremo Jovane Cabral, de 22.

 

Na verdade, é sobre estas questões que vai centrar-se, agora, a atenção de Frederico Varandas e seus pares, eles que querem oferecer aos jogadores em causa o estatuto financeiro tendo em conta a importância de cada um na equipa, visto que todos eles, apesar de potenciais titulares, se encontram no patamar dos mais mal pagos do plantel profissional dos leões.

 

Esta sempre foi, de resto, uma intenção dos administradores do Sporting, mas a eventualidade de poderem chegar tentadoras propostas de compra para transferir qualquer um destes futebolistas enquanto o mercado esteve aberto acabou por congelar os processos de renovações contratuais, tal como, de resto, A BOLA noticiou em tempo oportuno.

 

Agora, no entanto, o assunto volta à ordem do dia, sendo que as transferências de Acuña e, sobretudo, Wendel, permitiu um certo desafogo financeiro à SAD e, assim, acabaram por colocar um travão às saídas de Luís Maximiano, João Palhinha e Jovane Cabral, a ponto de terem resistido às últimas investidas dos russos do CSKA, por João Palhinha, e do West Ham, por Jovane.

 

Leia a notícia na íntegra na edição impressa ou digital de A BOLA

Ler Mais
Comentários (23)

Últimas Notícias