Sérgio Conceição abre porta à renovação

FC Porto 29-09-2020 11:58
Por Redação

Sérgio Conceição coleciona agora três Dragões de Ouro. Um como jogador, conquistado em 1998 quando foi eleito Futebolista do Ano, e dois que o consagram como Treinador do Ano do FC Porto - 2018 e 2020. Com convite para estender o contrato por mais um ano, até 2022, o treinador deixou essa porta aberta.

«Enquanto o presidente quiser que esteja aqui, estarei sempre ao lado dele», disse, ao Porto Canal.

A frase surge num contexto emocional específico. «Este Dragão de Ouro é muito gratificante para mim. Saí de Coimbra com 16 anos para vir para este casa, onde me formei como homem e como profissional. Cada prémio que recebo tem a ver com aquilo que dou a este clube que tanto amo», solta. Não esquece do quadro complexo herdado quando iniciou a sua aventura no comando e o trabalho entretanto desenvolvido: «Quando cheguei  em 2017 o clube estava num momento difícil, sob a alçada do fair-play financeiro e com ausência de títulos. Volvidos três anos, podemos orgulhar-nos de ter a hegemonia do futebol nacional. Somos o clube português que eleva mais alto a bandeira do nosso país nas provas da UEFA», não deixa margem para discussão.

 

Não obstante os títulos alcançados, não se sente o salvador do FC Porto. «O treinador costuma ser o arquiteto de uma equipa, mas eu não. Sou apenas um miúdo que saiu de Ribeira de Frades atrás dos seus sonhos e que trabalha muito para os concretizar», relata, emocionado, dedicando o prémio a familiares próximos, mas sem nunca esquecer os falecidos pais: «Quando conquisto prémios tão importantes como este, também penso sempre nos meus pais. Este prémio é de todos nós.»

Ler Mais
Comentários (19)

Últimas Notícias