Waldschmidt, o «novo» João Félix

Benfica 20-09-2020 12:42
Por Nuno Paralvas

Luca Waldschmidt brilhou na vitória do Benfica sobre o Famalicão (5-1), da primeira jornada do campeonato. Abriu o caminho da goleada dos encarnados com um toque subtil de pé esquerdo, carregado de classe, que fez passar a bola sobre Zlobin e marcou o quinto golo, também de pé esquerdo, finalizando uma saída rápida para o ataque na qual foi protagonista do momento da aceleração para a baliza adversária.

 

Foi, como os media alemães assinalaram, uma estreia de sonho com a camisola do Benfica daquele que os encarnados há um ano já tinham identificado como herdeiro de João Félix.

 

Jorge Jesus aprovou a contratação de Waldschmidt - custou €15 milhões às águias -, que já estava referenciado, há um ano, como o substituto de João Félix.

 

O Benfica esteve perto, duas vezes, de contratá-lo. Só consumou a operação neste verão. Nos primeiros treinos, o treinador utilizou-o como extremo-direito e segundo avançado. Está claro, agora, que será mesmo o homem que vai apoiar o ponta de lança.

 

Mesmo com motivos suficientes para estar radiante, de Waldschmidt apenas se viram alguns sorrisos tímidos. Nada que surpreenda quem acompanha o avançado alemão de 24 anos desde que chegou à Luz. Reservado, cordial, bem educado.

 

Disse, logo na apresentação, que as características dele se adaptavam a uma equipa ofensiva como o Benfica. E o primeiro jogo, anteontem, deu sinais claros de que pode ser o caso. Afinal é apenas a segunda vez que bisa na carreira, a última aconteceu no último jogo pelo Friburgo.

Ler Mais
Comentários (151)

Últimas Notícias