Acredite que é mesmo assim: A BOLA lançou em edição digital, a história da CHAMPIONS

A BOLA 22-08-2020 00:04
Por Redação

Acredite que é mesmo assim: A BOLA lançou em edição digital, a história da CHAMPIONS

(mesmo quando não se chamava assim) COMO NUNCA SE CONTOU…

 

Aliás, no volume 1 não é apenas contado o modo como a Taça dos Campeões Europeus nasceu por causa da arrogância de ingleses a ganharem a uma equipa de húngaros que, anos depois, haveriam de se tornar exilados políticos, treinados por Béla Guttmann…

 

… é revelada a história de outras competições de clubes e a propósito de uma delas se fala de um judeu que para fugir a um campo de concentração nazi, se suicidou.

 

… é revelada ainda, a razão por que a UEFA se apoderou da competição, não querendo, porém, que tivesse o nome que já lhe tinham posto os primeiros organizadores.

 

… é igualmente revelada a justificação para que, tendo sido campeão nacional, o Benfica não tivesse estado presente no primeiro jogo da Taça dos Campeões Europeus, tendo como adversário outro não campeão porque da Jugoslávia não foi ao Jamor o clube dos anticomunistas presos.

 

Ou seja, volume a volume, nesta maravilhosa viagem há o que é óbvio que tem de estar na história, mas há, muito mais, o que talvez não imagine que possa lá estar. Mais algumas (e só alguns…) exemplos disso?

 

O contar-se porque a invasão soviética a Budapeste destruiu um Dream Team e pôs Béla Guttmann a caminho do FC Porto e do Benfica depois.

 

O contar-se porque Di Stéfano, a estrela das cinco primeiras vitórias do Real Madrid, foi desviado do Barcelona pelo governo do Salazar de Espanha….

 

O contar-se porque na primeira Taça dos Campeões que os benfiquistas ganharam houve um presidente que desmaiou e houve espanhóis a falaram de bruxas em Wankdorf…

 

O contar-se que, na única Taça dos Campeões de Eusébio, a euforia da festa atirou um jogador do Benfica escada a baixo, deixando-o de sentidos perdidos e, depois, foi preciso andar a polícia à bastonada para abrir caminho que o levasse para o balneário…

 

Ou seja são todos os resultados e as fichas das finais que lá estão, estando lá os mais  incríveis episódios de vida dos protagonistas e não só de jogadores. Só comprando, por menos de 3 euros, cada volume, encontrará até um árbitro a atirar com o apito à cara de Puskas, o árbitro que anos antes atacara soldados nazis para lhe roubar armas que foi ele esconder à sombra do estádio onde apitou uma vitória do Benfica…

 

Por essa, e por muitas outras razões, é que não pode mesmo perder a HISTÓRIA DA CHAMPIONS (mesmo quando não se chamava assim) em cinco volumes.

 

O primeiro está aí à distância de um clique na Loja de A BOLA.

 

Nunca foi tão fácil aceder a uma obra como nunca se fez.

Ler Mais
Comentários (32)

Últimas Notícias

Mundos