«Estou feliz no Benfica e só penso em cumprir o meu contrato»

Benfica 13-08-2020 14:49
Por Entrevista de Paulo Alves

A saída de Bruno Lage e entrada de Jorge Jesus? Substituto de Jonas? Parceiro de Cavani no ataque? O interesse de Inglaterra? Em entrevista a A BOLA, a pretexto da entrega de A BOLA de Prata, prémio atribuído pelo nosso jornal ao melhor marcador da Liga, Carlos Vinícius respondeu a esta e muitas outras questões.

 

- A saída de Bruno Lage foi surpresa?

 

- Quando há uma saída de um treinador sempre surpreende. Sempre queremos ganhar juntos, infelizmente não conseguimos… mas isso é normal no futebol. Mas já passou, está lá atrás, agora temos de olhar para a frente sempre. 


- E como tem sido este reinício com Jorge Jesus?

 

- Muito forte, como ele gosta. O pensamento tem de ser sempre de ganhar, não há outra hipótese para mais estando no Benfica. Já estamos a preparar a época e queremos entrar logo de forma muito forte. 

 

- O que é que esperam que Jorge Jesus possa acrescentar?

 

- Da minha parte continuar a aprender. Ainda mais com o mister, que é uma pessoa já com muita experiência no futebol, para ele não há segredos nesta área, então é aproveitar isso para continuar a aprender e juntos fazer com que o Benfica vença novamente. 

 

- Nesta fase da época fala-se muito em reforços e em saídas. Há jogadores a chegar para o ataque, como encara essa concorrência? Vê-se a jogar com Cavani?

 

- A concorrência é com quem está cá. Planeamos e preparamo-nos para a disputa com quem está. Não vale a pena falar de quem vem ou não, o nosso foco é em quem está no plantel e é assim que estamos a preparar a época e acredito que vamos ter sucesso. 


- Houve notícias de propostas para o Vinícius, nomeadamente de Inglaterra. O que perspetiva para o futuro imediato?

 

- Estou feliz, muito feliz aqui no Benfica, estou num grande clube europeu, mundial. A minha família também é feliz aqui e só penso em começar logo a época para dar alegrias aos benfiquistas, é a única coisa em que penso neste momento. À data de hoje, só penso em cumprir o meu contrato com o Benfica e até ao final vou dar sempre tudo ser feliz e fazer os adeptos felizes. 

 

- Chega ao Benfica pouco depois de Jonas acabar a carreira. Sentiu que estava a ser o substituto dele no Benfica?

 

- Substituir não… Jonas só há um. Foi um grande jogador, todo mundo que acompanha o futebol sabe isso, não apenas os benfiquistas, todos sabem o craque que é. Vim para aquilo que o Benfica pretendia quando me foi buscar, para corresponder. E isso acho que tenho conseguido e fico feliz com isso. Claro que, em termos coletivos, temos de conseguir mais. Substituir o Jonas não posso dizer, porque toda gente viu a carreira que teve, o jogador que foi. Quem chega de novo é-lhe sempre dada uma grande responsabilidade, mas sempre tive os pés bem assentes no chão, fazendo o meu trabalho. 

 

Leia a entrevista completa na edição impressa ou digital de A BOLA.
 

Ler Mais
Comentários (21)

Últimas Notícias

Mundos