Justiça do Paraguai marca audiência que irá decidir futuro de Ronaldinho

Brasil 10-08-2020 21:30
Por Redação

No próximo dia 24, irá realizar-se uma audiência na qual poderá ser decretada a liberdade do antigo futebolista brasileiro Ronaldinho e do seu irmão Roberto de Assis Moreira, seis meses após terem sido detidos no Paraguai pela utilização de passaportes falsos.

 

A informação foi avançada pelo juiz Gustavo Amarilla que, em declarações à agência de notícias Efe, explicou que, assim que for conhecida a decisão, os irmãos «podem recuperar a liberdade ou continuarem detidos. «Isso vai depender do que acontecer na audiência», explicou o juiz.

 

A audiência irá decorrer na sequência de um pedido do Ministério Público, que esta sexta-feira apresentou o relatório da investigação, no qual solicitou à Justiça do Paraguai a suspensão do processo dos irmãos e uma multa para «reparação social» de 90 mil dólares [perto de 80 mil euros] para o antigo futebolista e 110 mil dólares [perto de cem mil euros] para o irmão.

 

O Ministério Público indicou que não foram detetados elementos que comprovem que Ronaldinho tenha tido uma participação direta no plano de obtenção dos documentos irregulares.

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias

Mundos