Adrien riscado por questões técnicas

Sporting 09-08-2020 09:20
Por Mário Rui Ventura

Adrien Silva assumiu, em entrevista exclusiva a A BOLA e A BOLA TV, que se informou, junto de Rúben Amorim e Frederico Varandas, da possibilidade de regressar a Alvalade. Não diretamente, mas por um seu representante, que tanto do presidente como do treinador ouviu a mesma resposta: o antigo capitão não estava nas cogitações do leão para 2020/2021.


Segundo dados recolhidos por A BOLA, esta decisão, ou melhor, esta posição é meramente técnica e nada tem a ver com o jogador em si, que mantém excelente relação com Frederico Varandas e com vários elementos do Sporting. A verdade é que o comando técnico da equipa, atualmente nas mãos de Rúben Amorim, tem uma ideia diferente para o meio-campo leonino, tal como A BOLA já revelou. Face às dificuldades financeiras do clube, o treinador dos leões definiu apenas um reforço para o miolo e com características bem definidas e que são em tudo distintas daquilo que Adrien poderia acrescentar ao Sporting. Rúben Amorim pretende, mais do que a experiência, um médio que tenha golo, uma espécie de Bruno Fernandes, com vocação claramente ofensiva, capaz de ocupar terrenos bem adiantados, mais do que fazer os equilíbrios a meio-campo.


Foi este o perfil traçado por Rúben Amorim, é este o tipo de jogador que a administração da SAD procura no mercado e, perante a escassez de fundos para investir, tornaria inviável o regresso, nesta altura, de Adrien Silva. Além do esforço financeiro, que seria evidente, as características do internacional português são distintas e por demais evidentes em números: desde que saiu do Sporting nunca mais fez golos e, em Alvalade, a melhor época da carreira resultou em dez tentos marcados.


Recorde-se que, nos primeiros tempos de presidência, Frederico Varandas tinha o firme desejo de fazer regressar algumas das referências recentes, nomeadamente Islam Slimani, Cédric Soares, João Mário e, claro está, Adrien Silva. A verdade é que a realidade do Sporting mudou radicalmente desde que, em setembro de 2018, o atual líder venceu o ato eleitoral em Alvalade. Mudou financeira e, claro está, desportivamente.

Ler Mais
Comentários (85)

Últimas Notícias

Mundos