Rui Pinto inserido em programa de proteção de testemunhas

Justiça 09-08-2020 16:39
Por Redação

Rui Pinto, hacker acusado de 90 crimes no âmbito do processo Football Leaks, por alegadamente ter acedido a sistemas informáticos da empresa Doyen e de clubes de futebol, já se encontra em liberdade, após a decisão de aguardar julgamento apenas sujeito a Termo de Identidade e Residência, além de apresentações periódicas às autoridades.

Rui Pinto, recorde-se, esteve em prisão preventiva pouco mais de um ano (entre março de 2019 até abril deste ano), tendo numa primeira fase sido colocado em prisão domiciliária, mas em habitações disponibilizadas pela Polícia Judiciária.

Agora, depois de ter aceitado colaborar na investigação, foi colocado em liberdade, mas inserido no programa de proteção de testemunhas.

Ler Mais
Comentários (44)

Últimas Notícias

Mundos