Tiago Pereira mais perto de Tóquio 2020

Atletismo 09-08-2020 08:05
Por Cipriano Lucas

Tiago Pereira marcou o concurso do Triplo salto com uns surpreendentes 16,94 metros e que o aproximam dos Jogos de Tóquio. Um resultado obtido no decorrer dos Campeonatos de Portugal, ontem, realizados em cinco pistas - Braga, Lisboa, Ribeira Brava, Ponta Delgada e Angra do Heroísmo -, numa organização condicionada pelo Covid-19; ao ar livre, mas sem público. E uma jornada marcada ainda por mais um recorde nacional de Auriol Dongmo no lançamento do peso (19,53 metros) melhor marca mundial do ano (ver caixa). Os concursos de Triplo salto, apesar das ausências de Pablo Pichardo e de Nelson Évora, suscitaram uma atenção especial entre alguns bons momentos de atletismo, em tempo desconfinamento, para as poucas pessoas presentes autorizadas a assistir nas bancadas, apenas abertas a atletas e treinadores.

 

Perante o apoio do seu treinador, João Ganço, Tiago Pereira melhorou o seu recorde pessoal de 16,60 ao saltar 16,94 metros (vento +0,4 m/s),  bem distante de Marcos Caldeira (Maia), com 15,19 (+1,9), e de Gil Manuel (Vidigalense), com 15,17.


Tiago Pereira reconheceu que «procurava» esta marca há bastante tempo. «Demonstra o potencial que tenho para saltar e que posso chegar mais longe. Praticamente competi sozinho. Significa que estou mais perto de concretizar o sonho de estar nos Jogos Olímpicos e competir ao mais alto nível».


O saltador revelou que ficou feliz «também pelo treinador» que levou Nelson Évora ao Ouro olímpico em Pequim 2008 e Susana Costa à final (9.ª) no Rio 2016. «É uma pessoa que já conquistou muito, mas também já me deu muito e que merece. Penso em nós como equipa. Queremos mostrar que o seu trabalho consegue levar mais atletas ao mais alto nível».


O sportinguista, que no próximo fim de semana irá competir no nacional de clubes no triplo e no salto em altura, ficou assim mais perto e se juntar a Pablo Pichardo e Nélson Évora num lugar para Tóquio 2021, ocupando já o quarto lugar de sempre em Portugal, depois de Pablo Pichardo (17,75), Nelson Évora (17,74) e de Carlos Calado (17,09).


Para João Ganço este resultado é «um grande estimulo» para ele e para o atleta que treina há cerca de dois anos. «Apesar de ter lesões nos joelhos que o condicionaram e o obrigaram a uma operação, da qual recuperou bem, os resultados estão já a aparecer; apesar de não ter treinado muito esta época. Esta é uma marca que perspetiva já uma participação olímpica.»


João Ganço, conhecido no atletismo como um fazedor de campeões, assumiu: «Continuo no atletismo por amor ao desporto e à modalidade, não ganho nada, não tenho ligação a nenhum clube, é apenas um hoby, mas preocupo-me que os atletas cheguem longe. Para mim é um respirar de novo.»

 

Auriol Dongmo soma recordes de Portugal no peso
 

A sportinguista Auriol Dogmo, naturalizada portuguesa em outubro de 2019, somou ontem mais um recorde nacional do lançamento do peso com a marca de 19,53 metros, melhor registo mundial do ano. Dogmo, finalista (12.ª) do lançamento do peso nos Jogos do Rio-2016 pelos Camarões, superou o recorde de Portugal com 18,02, 18,31 e 18,37, 18,82, 19, 27 e, ontem, 19,53. Agora será uma grande aposta para Tóquio, por Portugal.


No triplo salto feminino, Patrícia Mamona garantiu no primeiro ensaio o titulo nacional com a marca de 14,21 metros (+2m/s). A sportinguista superiorizou-se à sua colega de equipa Evelise Veiga, que de manhã venceu o salto em comprimento, por 10 centímetros (14,16) com o vento a 3.2 m/s. Susana Costa (Academia Fernanda Ribeiro) garantiu o bronze com 14,10 (1.8 m/s).
Destaques ainda para Cláudia Ferreira no dardo (53,27), Liliana Cá no disco (61,20), Rúben Antunes no martelo (68,85), Leandro Ramos no dardo (75,78), Gerson Baldé no salto em altura (2,23) RNsub23; e para os bons desempenhos de Evelise Veiga no comprimento (6,49), de Vítor Ricardo Santos (46,99) e João Coelho (47,09) nos 400 metros, e ainda as vitórias de Lorene Bazolo nos 100 e 200 metros.
 

Campeões de Portugal:

 

Masculinos:
3000 m - Samuel Barata (SLB) 08:06.30.

Lançamento martelo - Rúben Antunes (SCP) 68.85.  

100 m cadeira rodas - Mamudu Baldé  (A.J.PINA) 16.03.

800 metros - Nuno Pereira (SCP) 01:49.21.

400 metros - Ricardo Dos Santos (SLB) 46.99.

Triplo salto - Tiago Luís Pereira (SCP) 16.94.

110 m barreiras - João Vitor Oliveira (SLB) 14.09.

100 metros - José Pedro Lopes (SLB) 10.49.

200 m cadeiras de rodas - Mamudu Baldé (A.J. PINA) 29.38.

Lançamento peso - Tsanko Arnaudov (SLB) 20.77.

400 m barreiras - Edgar Remédios (GDE) 52.75.

200 metros - Frederico Curvelo (SLB) 21.26.

Lançamento do dardo - Leandro Ramos (SLB) 75,78.

Lançamento do disco - Edu José Lima (SCP) 58,14.

Salto com vara - Pedro Buaró (GDE) 05.05.

Salto em comprimento - Marcos Chuva (SLB) 07.58.

Salto em altura - Gerson Baldé (SLB) 02.23.

1500 metros - Isaac Nade (SLB) 03:47,19.

2000 m obstáculos - André Pereira (SLB) 05:28.50.

3000 m marcha - João Vieira (SCP) 11:45.8.

Pentatlo - Abdel Larrinaga (SLB) 3820 pontos.


Femininos:

3000 metros - Mariana Machado (SCB) 09:13.6.

Salto em comprimento - Evelise Veiga (SCP) 6,49.

Salto em altura - Anabela Neto (SCP) 01,74.

Salto com vara - Marta Onofre (SCP) 03.90.

Lançamento do disco - Liliana Cá (N.LUZ) 61.20.

800 metros - Salomé Afonso SCP) 02:07.45.

Lançamento martelo - Vânia Silva (SCP) 61.50.

Lançamento do dardo - Cláudia Ferreira (SCP) 53.27.

400 metros - Cátia Azevedo (SCP) 52.70.

100 m barreiras - Olímpia Barbosa SCP) 13.85.

100 metros - Lorene Bazolo (SCP) 11.52.

Lançamento do peso - Auriol Dongmo (SCP) 19.53.

Triplo salto - Patrícia Mamona (SCP) 14.26.

400 barreiras - Vera Barbosa (SCP) 57.65.

200 metros - Lorene Bazolo (SCP) 23.62.

1500 metros - Salomé Afonso (SCP) 04:23.48.

2000 m obstáculos - Joana Soares (AJS)  06:09.59.

3000 m marcha - Ana Cabecinha (COP) 12:43.0.

Pentatlo - Inês Pires GCAD) 3316 pontos
 

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias

Mundos