«Só uma pessoa e um clube podiam convencer-me a regressar a Portugal»

Benfica 03-08-2020 18:29
Por Redação

Jorge Jesus explicou o que o levou a deixar o Flamengo e a regressar a Portugal e ao Benfica.

 

«Não foi fácil. Só uma pessoa [Luís Filipe Vieira] e um clube é que podiam convencer-me a voltar a Portugal. Gosto de desafios difíceis. Quem trabalha no Benfica, um clube com este grande historial, sabe que é difícil, mas também motivador porque dão-te capacidade para atingir objetivos que o clube exige. Deixei um clube (Flamengo] onde era amado e adorado e tinha de ser convencido por algo que me trouxesse um desafio diferente. O presidente foi ao Brasil convencer-me que este era o projeto certo, um desafio ambicioso para voltar a Portugal», disse durante a apresentação.

 

Sobre o facto de deixar o Flamengo, onde era adorado: «Vou tentar conquistar outro paraíso. É isso que me compete fazer, a mim e à minha equipa técnica. Como é normal, dependemos de resultados, mas estamos convictos de que temos capacidade para fazer um grupo e uma equipa fortes. Não vim para fazer revolução nenhuma. A única coisa a fazer é mudar conceitos e ideias com as pessoas que estão cá, jogadores e estrutura. Vamos tentar fazer uma equipa forte para no fim do ano poder dizer que voltei ao paraíso.»

 

Sobre o novo ciclo no Benfica: «Passaram dez anos, não sou o mesmo treinador que era quando saí. Sou muito mais treinador. Tenho ideias valorizadas para o Benfica e para o futebol português. A linguagem no futebol tem de começar a mudar e o Benfica é o clube que tem capacidade para o fazer.»
 

Ler Mais
Comentários (61)

Últimas Notícias

Mundos