Dinheiro fresco para investir

Benfica 13-07-2020 15:52
Por Nuno Paralvas

São esta segunda-feira apresentados os resultados da emissão das obrigações Benfica 2020-2023, que poderão proporcionar às águias um encaixe de quase €50 milhões. O presidente dos encarnados, Luís Filipe Vieira, e o administrador da SAD, Domingos Soares de Oliveira, participam na sessão da Euronext, bolsa de valores, e respondem, no final, a perguntas dos jornalistas.

 

Os resultados do empréstimo obrigacionista permitirão atestar o crédito da Benfica SAD no mercado financeiro e, também, reforçar a capacidade de tesouraria num período marcado pelos constrangimentos financeiros provocados pela pandemia de Covid-19. A primeira oferta de obrigações foi no valor de €35 milhões, mas, na quarta-feira, a Benfica SAD decidiu aumentar o número máximo de obrigações - paga juros brutos de quatro por cento - para €50 milhões. Isso significará que os €35 milhões já estão assegurados.

 

No caso de sucesso absoluto em relação à venda de €50 milhões de obrigações, serão deduzidos €1,5 milhões de comissões de organização e coordenação global, de colocação e respetivos impostos, bem como de valores referentes ao trabalho de consultores e auditores, além dos custos de publicidade. «A receita global líquida da Benfica SAD estimada será de €48.399.800», indicaram os encarnados.

 

Vieira admitiu mais dívida

 

Luís Filipe Vieira está disposto a investir fortemente no reforço da equipa na próxima época, para reconquistar o título e ter melhor desempenho na Liga dos Campeões. Para entrar na fase de grupos da prova e, consequentemente, ter acesso a cerca de €40 milhões, o Benfica terá de ultrapassar a terceira pré-eliminatória e o play off. O presidente dos encarnados ofereceu contrato de quatro anos a Jorge Jesus (cerca de dois milhões líquidos por temporada) e prometeu investir na equipa. Nem que, como afirmou em entrevista ao canal do clube em junho, tenha de endividar-se.

 

«Não estou a ver-me vender um jogador a um baixo preço, temos de criar outras fontes de receita, e a única solução seria criar mais dívida ao Benfica», explicou.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (65)

Últimas Notícias

Mundos