Movimento vai apresentar lista a 3 de agosto

Benfica 09-07-2020 08:44
Por Redação

Aí está nova frente de combate a Luís Filipe Vieira nas eleições de outubro: o movimento 'Servir o Benfica' entrou na praça pública através das redes sociais, com publicação de manifesto eleitoral no Facebook.

Ainda sem nomes associados de forma oficial ao projeto, o porta-voz do mesmo, Tiago Godinho, em conversa com A BOLA, garantiu que os rostos serão conhecidos a 3 de agosto, com a apresentação da lista e dos candidatos à Direção, Mesa da Assembleia-Geral e Conselho Fiscal. Por agora preferem começar a apresentar ideias.

«Queremos que os benfiquistas se associem ao projeto que vamos apresentar nos próximos dias, não a caras. Mas vamos apresentar a lista a 3 de agosto», clarificou, sem confirmar ou desmentir os nomes de Francisco Mourão Benitez, da Associação de Adeptos Benfiquistas, ou de João Noronha Lopes, que foi vice-presidente do Benfica na Direção de Manuel Vilarinho, como dois dos integrantes ou apoiantes deste movimento.

«Esta candidatura faz sentido, porque o que faz sentido é Servir o Benfica» foi o mote dado antes de extenso manifesto de «movimento com conjunto alargado de associados que reflete há muito sobre o clube e acha que chegou a altura de ter liderança nova». «Reconhecemos o trabalho de Luís Filipe Vieira, mas a sua liderança entrou em fase descendente e o projeto desportivo do clube está falido, como prova esta tentativa de fazer regressar Jesus, que é excelente treinador, mas foi o próprio Vieira a dizer que ele nunca mais voltaria ao Benfica...», realçou Tiago Godinho, garantindo que não foi a atual situação desportiva na retoma que precipitou o passo em frente deste movimento, cuja candidatura «está a ser preparada deste março, nada tem a ver com a bola bater no poste e não entrar».

O movimento pede apoio dos adeptos à equipa até 1 de agosto, dia da final da Taça de Portugal, para dois dias depois levantar o véu sobre o novo pretendente à presidência.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (72)

Últimas Notícias

Mundos