«Mostrei que ainda era o jogador em quem muitos tinham deixado de acreditar»

Seleção 14-06-2020 19:54
Por Redação

14 de junho de 2016. Há precisamente quatro anos, Portugal deu o pontapé de saída na participação no Europeu com um empate (1-1) diante da Islândia. Nani foi o autor do golo da equipa das Quinas, que iniciou nesse jogo a caminhada rumo à histórica conquista do título em terras francesas.

 

«Foi uma boa estreia no Campeonato da Europa, com um belo golo. Foi muito emocionante. Senti-me deslumbrado por ter feito o primeiro golo da nossa equipa naquela competição. Foi o início de uma excelente campanha, tanto da nossa equipa, como a nível pessoal», salienta o extremo, 33 anos, em entrevista à UEFA.

 

Na época que antecedeu o Euro-2016, Nani representou o Fenerbahçe. Naquela altura, recorda, era olhado com alguma desconfiança. E chegou mesmo a colocar em causa o seu real valor. Dúvidas que o Europeu ajudou a dissipar.

 

«Foi muito bom para mim porque pude demonstrar a mim mesmo que estava em alto nível e com condições para render e mostrar que ainda era o jogador em que muitos tinham deixado de acreditar», realça.

 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (5)

Últimas Notícias