Abertura dos estádios depende do comportamento das pessoas

COVID-19 05-06-2020 13:56
Por Redação

A conferência de imprensa diária de atualização de informação relativa à infeção pela Covid-19 em Portugal contou, esta sexta-feira, com o Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, e com a diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, que apelou ao bom comportamento dos cidadãos numa altura em que se aproximam uma série de feriados e as férias, sendo que a abertura dos estádios de futebol voltou à baila.

 

«Apelo a todas as pessoas que, neste momento, sabem que estão positivas, tenham ou não sintomas, e todos os seus contatos próximos e estão sob vigilância medica têm indicação para ficar em isolamento. Vem aí uma semana de feriados e as férias, este ano temos de as fazer de forma diferente, temos de manter o distanciamento físico em relação a outras pessoas que não sejam a que habitualmente convivemos. Não partilhem objetos, como copos, toalhas e afins, higienizem as superfícies e mantenham a etiqueta respiratória. Não podemos descontrair demasiado, vamos fazer um último esforço para ultrapassar o vírus», realçou Graça Freitas.

 

Sobre o facto de já haver espetáculos com presença de público e os estádios de futebol manterem as portas fechadas para os adeptos, Graça Freitas clara: «Temos tomado decisões em alturas diferentes da evolução da pandemia. As decisões do futebol foram tomadas precocemente para que toda a atividade pudesse voltar. Não haver público tem que ver com ajuntamentos e comportamentos. Há pessoas que se juntam em determinado ambiente, como por exemplo numa sala de cinema, e cumprem o distanciamento social e podem estar separadas, enquanto no futebol temos que continuar a acompanhar a situação, como se estão a portar, se o comportamento dos adeptos vai no sentido de se poder avançar para a abertura ou não. O comportamento das pessoas difere de contexto para contexto, tem que ver com o comportamento. Temos sempre feito avaliação do risco e é perante isso que recomendamos medidas. Mas ainda não sabemos se nas próximas semanas vão ser abertos os estádios», concluiu.  

 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (4)

Últimas Notícias

Mundos