Ministério Público perde recurso a favor de Rui Pinto

Justiça 02-06-2020 21:00
Por Redação

O Tribunal de Relação de Lisboa, segundo noticia a edição online do jornal Expresso, negou o recurso apresentado pelo Ministério Público, que contestava a decisão de julgar Rui Pinto por 90 crimes e não pelos 147 como inicialmente tinha sido pronunciado.

Rui Pinto irá, assim, ser julgado, ainda sem data marcada, pelos crimes que a juíza de instrução Cláudia Pina fixou no despacho de pronúncia a 17 de janeiro: um de tentativa de extorsão (à Doyen), outro de sabotagem informática (ao Sporting), seis de acesso indevido, 68 de acesso ilegítimo e 14 por violação de correspondência.
 

Nenhum dos crimes tem uma moldura penal superior a cinco anos, mas o cúmulo jurídico eleva para 25 anos a pena máxima de prisão em que Rui Pinto incorre.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (6)

Últimas Notícias