Liga quer fazer relatório semanal de infetados 

Liga 18-05-2020 09:49
Por Mário Rui Ventura

Primeiro o Belenenses, com um caso nos sub-23, o de Sithole, depois o Vitória de Guimarães, com três jogadores infetados, seguido do Famalicão, com um total de sete casos, quatro deles atletas. Houve também o Moreirense, com um caso, e o Benfica, que publicamente divulgou o nome de David Tavares, justificando a revelação como um «sinal de transparência» - o FC Porto não confirmou a existência de alegado teste positivo no plantel.


Agora, apurou A BOLA, a Liga pretende começar a fazer um relatório semanal, divulgando o número de jogadores infetados nos 18 clubes do principal escalão. Os emblemas, no entanto, continuam a poder informar a Direção-Geral de Saúde e, caso queiram, divulgar os casos e identidades dos infetados. No fundo, a Liga pretende elaborar um balanço semanal.

A intenção existe mas, segundo dados recolhidos pelo nosso jornal, não é ainda uma certeza, sendo que o facto do campeonato regressar já a 4 de junho fará com que este sistema deva ser implementado, a acontecer, já durante os próximos dias.

Clubes não se entendem
O regresso dos treinos das equipas da Liga, com a obrigatoriedade de todos os agentes desportivos serem testados regularmente, trouxe os primeiros casos positivos, já esperados pelas entidades responsáveis, mas também as divergências entre clubes. O Benfica, divulgando publicamente o caso de David Tavares, pediu maior transparência e foi também solicitado que os testes fossem centrados num só laboratório.
Na passada terça-feira a Liga de Clubes anunciou, em comunicado, o acordo com os laboratórios Unilabs, que permite agora que todos os clubes realizem os testes  ao Covid-19 «com condições de segurança, antes do regresso aos treinos e jogos, na retoma da competição», esclarecendo que a realização dos mesmos depende da existência de testes restantes para todas as equipas, uma vez que a população geral será sempre considerada prioritária.

Agora, uma semana depois desse acordo, é intenção da Liga uniformizar, no fundo, a informação dos infetados, de modo a que semanalmente se torne público quantos novos casos existem, quantos já deram negativo e passaram aos casos curados e, sobretudo, elaborar uma contabilização fiável para o início da competição.

Recorde-se que no plano de ação da Liga está determinado que todos os jogadores terão de efetuar dois testes ao Covid-19 num período de 48 horas antes de cada jogo e é recomendado o recolhimento domiciliário fora dos treinos e dos jogos. Filipe Froes, médico e pneumologista que tem atuado como consultor da Liga, assumiu que existe a expectativa que os casos positivos deixem de existir quando a Liga for retomada.            

 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (7)

Últimas Notícias