Rio promete um futuro mais perto do passado 

FC Porto 16-05-2020 10:42
Por Miguel Cardoso Pereira

José Fernando Rio, aspirante pela lista C à presidência do FC Porto, colocou online, em mudarparavencer.net, a página da candidatura, que sublinha a necessidade de clareza de contas, uma viragem desportiva que reconduza o clube ao domínio nacional e internacional e ainda a reaproximação dos adeptos ao clube, ideias que apontam ao futuro, mas sempre sublinhando o passado grandioso do clube, que considera descontinuado.


As contas, que promete mais claras, são um dos pilares das ideias de Rio.

 

«As contas consolidadas do grupo FC Porto apresentam uma deterioração do capital próprio sem precedentes desde a criação da SAD, em 1997. Há uma ausência de estratégia desportiva e de um plano de negócio a médio e longo prazo. A gestão  apresenta baixos índices de motivação e de profissionalismo em áreas chave. Não há, também, um modelo de financiamento estável, nem instalações suficientes para suportar um aumento de modalidades, ou mesmo o alargamento das existentes a todos os escalões, com equipas masculinas e femininas», apresenta o candidato.
Mas esta viragem para o futuro assenta muito num revivalismo, num sentimento assumido de recuperar um domínio nacional e uma presença internacional que Rio considera perdidos. É querer mais passado no futuro.

 

«O clube perdeu a tradicional liderança e queremos voltar a ter um FC Porto  vencedor e dominador do futebol português. A equipa de futebol tem perdido competitividade no plano nacional: jogadores experientes focados na saída, jogadores-chave a saírem a custo-zero e jogadores jovens e altamente talentosos sem horizontes de uma entrada bem-sucedida no plantel principal. Há condicionamentos causados pelo jogo de empresários. Queremos a construção de uma infraestrutura, a Academia FC Porto, com condições para que os jovens dos diversos escalões possam viver, estudar, treinar e competir num mesmo local», elenca o candidato.

 

José Fernando Rio apresenta, numa mensagem política, também ideias relacionadas com reformas no futebol nacional, desde a «renovação e profissionalização do dos árbitros» até à «discussão da centralização de direitos televisivos por forma a maximizar os proveitos e desenvolver a competitividade interna».
 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (14)

Últimas Notícias

Mundos