Kaz Patafta lembra proposta do FC Porto quando estava no Benfica

Austrália 01-05-2020 20:26
Por Redação

Em tempos visto como uma das maiores promessas do futebol australiano, Kaz Patafta acabou por ter uma carreira pouco vistosa. Em 2006, o médio ofensivo chegou ao Benfica e, em entrevista ao Sportstar, admitiu ter rejeitado mudar-se para o FC Porto.

 

«Quando cheguei a Portugal disseram-me que o trajeto seria parecido ao do Anderson. Basicamente fui informado onde iria parar, e ao mesmo tempo qual seria o destino do Anderson. Um de nós acabou onde era suposto. Já faz parte do passado, por isso posso revelar: as conversações eram para uma transferência para o Chelsea», disse Patafta, entre várias lembranças dos tempos no Seixal.

 

«O Simão Sabrosa brincava comigo, pedia-me para eu ir buscar o almoço dele e eu ia. Mas eu julgava que ia ser melhor do que ele e é essa a mentalidade de que um jovem precisa. Mas… Se eu tivesse mais personalidade, talvez não tivesse aceitado muitas coisas que aconteceram na minha carreira. Diziam que eu era demasiado simpático.»

O australiano, já retirado dos relvados, sentiu-se pouco apoiado numa altura tão precoce da sua carreira.

 

«É um negócio cruel, só os melhores chegam ao topo e eu estava entregue a mim mesmo. Aos 17 anos estava a negociar com clubes europeus e empresários. Uns dias depois de ter jogado contra o FC Porto surgiu uma oferta deles, cinco anos de contrato. Mas eu já tinha fechado acordo com o Melbourne Victory e respeitei a minha palavra. Precisava de alguém para se sentar ao meu lado e comigo analisar as possibilidades… Mas tinha 18 anos, não estava em posição de negociar. Outros jovens têm esse apoio e, por isso, tomam a decisão certa. Foi um momento crucial para escolher o melhor caminho», concluiu.

Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias

Mundos