«O estádio chamar-se Estádio da Luz e apagarem-te a luz, é algo inesquecível»

FC Porto 04-04-2020 10:34
Por Redação

Atualmente ao serviço de Julen Lopetegui, no Sevilha, Fernando Reges regressou ao Estádio do Dragão onde, em entrevista, foi convidado a recordar os melhores momentos passados com a camisola do FC Porto.

 

Em conversa com os canais oficiais do clube, o antigo jogador azul e branco destacou a época 2010/11, onde, de dragão ao peito, se sagrou campeão nacional em pleno Estádio da Luz.

 

«Todos os momentos são importantes, mas este, por termos conseguido o título na Luz, foi marcante», começou por dizer.

 

«Foram muitos jogos que tive, mas esse marcou-me muito. O estádio chamar-se Estádio da Luz e apagarem-te a luz, é algo inesquecível», completou.

 

Recordando um posterior regresso à invicta, onde defrontou o FC Porto enquanto jogador do Galatasaray, o brasileiro aproveitou ainda para da conta da forte relação com que ficou com os adeptos.

 

«Tive a oportunidade de jogar contra o FC Porto pelo Galatasaray e a verdade é que o meu treinador percebeu que estava um pouco emocionado. Dizia-me que não sabia se me ia colocar a jogar e eu tive de lhe dizer que tinha uma relação muito forte, que quando chegasse ao Dragão as pessoas me iam abraçar e que ia ser especial, mas que jogava no Galatasaray e teria de fazer as coisas bem feitas. Tentei não me emocionar e não transparecer isso. Não sei se o treinador fez de propósito ou não, porque não era normal ele me tirar dos jogos, mas nesse jogo ele tirou-me. O Dragão começou a aplaudir-me e tentei não me emocionar, porque a torcida do Galatasaray é muito grande e ia cobrar-me. Bati palmas de forma mais discreta, mas a emoção foi muito grande», confidenciou.

 

Entre 2008 e 2014, período em que representou os azuis e brancos, o médio de 32 anos, cumpriu 237 partidas, entre as quais apontou seis golos e oito assistên

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (41)

Últimas Notícias