«Quando cheguei ao Benfica não conseguia dar dois toques na bola»

Benfica 02-04-2020 18:13
Por Redação

Hoje com 49 anos, Martin Pringle foi protagonista de entrevista ao jornal sueco Aftonbladet. O avançado chegou à Luz vindo do Helsingborgs em 1996, lá permanecendo até janeiro de 1999, quando saiu para o Charlton.

 

«Na minha carreira, tudo aconteceu muito rápido. Fui do Stenungsuds à seleção da Suécia e ao Benfica em menos de dois anos. Desde o início, tudo me fazia crer que eu era muito bom futebolista. Mas quando cheguei ao Benfica percebi que não era assim tão bom. Foi uma espécie de acordar para a realidade, bolas… Para os padrões suecos, eu era capaz tecnicamente mas quando cheguei não conseguia dar dois toques na bola. Nem com ela colada ao pé com uma corda! Havia uma grande diferença entre mim e os restantes jogadores. Estava muito longe dos de topo», lembrou Pringle.

 

Em duas temporadas e meia, o sueco acabaria por fazer 54 jogos com a camisola das águias, apontando oito golos.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (52)

Últimas Notícias