Governo com medidas excecionais para «evitar importação de casos»

Angola 19-03-2020 10:57
Por Lusa

O Presidente da República de Angola, que hoje decretou o fecho de todas as fronteiras do país a pessoas a partir de sexta-feira, justificou hoje a adoção de medidas excecionais com a necessidade de evitar a importação de Covid-19.

 

Numa mensagem transmitida pela televisão pública angolana, TPA, João Lourenço falou sobre o "quadro preocupante" que obrigou o governo angolano a tomar "medidas excecionais que permitiam controlar o impacto negativo da pandemia a nível nacional e os seus efeitos na vida dos cidadãos".

 

O chefe do executivo angolano sublinhou que a pandemia "alastrou por todo o planeta", apontando um aumento significativo do numero de casos na Europa e no mundo, que obrigou a um "esforço redobrado" para controlar o vírus.

 

Sublinhou que em Angola não se registou até à data nenhum resultado positivo, tendo sido feito o rastreio de centenas de passageiros "provenientes dos países de alto risco" no aeroporto de Luanda, mas apesar disso, o Governo decidiu tomar "medidas excecionais urgentes por forma a evitar a importação de casos e salvaguarda a vida e a segurança da população.

 

O Presidente pediu aos seus concidadãos para que observem "as regras de civismo, comprometimento social e solidariedade num esforço coletivo pela preservação do bem comum e defesa do interesse nacional", apelando ainda a todos os cidadãos angolanos e estrangeiros residentes para que cumpram as medidas constantes no decreto presidencial provisório, a ser publicado ainda hoje, "como forma de vencer este momento difícil que o país e o mundo enfrentam".

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Últimas Notícias