CPT 4X4: Arranque promissor em Valongo (fotos)

Todo o terreno 11-03-2020 12:56
Por Redação

O arranque da época do Campeonato de Portugal de Trial 4x4 aconteceu em Valongo e não desiludiu. Numa pista cada vez mais natural as equipas desbravaram terreno na luta pela vitória e fizeram as delícias dos muitos amantes da modalidade que se deslocaram ao recinto, apesar da chuva ter sido uma constante.

De destacar que em 2020 uma das novidades deste ano é o facto de a prova de resistência ter sido encurtada para duas horas e trinta minutos, sendo que António Henriques (Mister Reboques/Lucrofusão) foi quem mais voltas deu ao circuito em menos tempo vencendo, assim, as classes Absoluto e Super Proto.

«A pista estava mais facilitada para os navegadores do que para os pilotos, não saíram tantas vezes, mas estava durinha, com chuva e lama», realçou António Henriques, agora a correr com o navegador Miguel Costa.    

Na classe Proto, António Silva (Canelas Pneus) voltou aos pódios, depois de no ano passado ter estado arredado dos primeiros lugares, muito por culpa da adaptação ao novo carro, tendo feito a transição da classe Promoção para a Proto.
Luís Bacelo (Oficina Bacelo) destacou-se no arranque, mas teve vários percalços - uma bobine de guincho partida, avaria na caixa de velocidades, falha de tração à frente – fizeram com que só completasse três voltas, tantas quanto Rui Faria (Transportes Faria), que completou o pódio.

«Já tinha muitas saudades de ganhar uma prova. No ano passado foi adaptação ao carro, vamos ver como vai ser este ano», gracejou António Silva.

Carlos Gomes (Team Rafael & Gomes), campeão em título na classe Extreme, começou a temporada com o pé direito e venceu a classe com 17 voltas ao circuito, tendo sido o piloto que deu mais voltas deu em Valongo. Bruno Bastos e Paulo Bastos (Exigente TT) correram com um carro novo e viram-se obrigados a fazer os últimos testes e alguns ajustes mecânicos ao longo da prova. Ainda assim, andaram sempre perto dos dois  primeiros.
«Correu bem, mais uma vez. A pista estava rolante. Só na última volta é que viemos mais devagar porque tínhamos uma avaria e só queríamos ver a bandeira xadrez», disse Carlos Gomes.  

Na classe Promoção Tiago Costa (Superprint) foi o vencedor, depois de no ano passado ter experimentado a classe FUN em 2020 aventurou-se em voos mais altos e completou oito voltas ao circuito. Pedro Pereira (Clean TT), também oriundo da classe FUN, corre agora na Promoção, terminou na segunda posição e Rui Nunes (Veículo Longo/Hotel Dighton), que venceu o prólogo,  não foi muito feliz na prova de resistência.
 

António Moreira (ValClima) experimentou o Campeonato Nacional participando na classe FUN, mas não conseguiu completar qualquer volta.

Destaque-se, ainda, a participação de Carlos Martins e João Pinto (Reciclopeças Team), na classe UTV/Buggy, mas a equipa sofreu uma penalização por não ter cumprido um artigo do regulamento e, posteriormente, foi desclassificada pelo colégio de comissários da FPAK.

 

Confira os pódios

Classe Absoluto *

1.º Mister Reboques/Lucrofusão (António Henriques/Miguel Costa) - Proto XS5 – 12 voltas

2.º Malpevent Team (Marco Polónio/David Almeida) - Crawler Chevrolet LS3 – 12 voltas

3.º Team RJ69 (Rui Rocha/Pedro Campas) - Toyota Land Cruiser Bj 40 – 11 voltas

 

Classe Super Proto

1.º Mister Reboques/Lucrofusão (António Henriques/Miguel Costa) - Proto XS5   

2.º Malpevent Team (Marco Polónio/David Almeida) - Crawler Chevrolet LS3  

3.º Team RJ69 (Rui Rocha/Pedro Campas) - Toyota Land Cruiser Bj 40  

 

Classe Proto

1.º Canelas Pneus (António Silva/Tiago Santos) - Proto XS5

2.º Oficina Bacelo (Luís Bacelo/Hugo Martins) - Nissan Patrol

3.º Transporte Fana (Rui Faria/Manuel Fana) - Nissan Proto

 

Classe Extreme

1.º Team Rafael & Gomes (Carlos Gomes/Rafael Gomes) – Nissan Proto

2.º Exigente TT (Bruno Bastos/Paulo Bastos) - Nissan Patrol Y 60

 

Classe Promoção

1.º Superprint (Tiago Costa/Rodrigo Pinto) - Nissan Patrol 260

2.º Clean TT (Pedro Pereira/Marcelo Melo) - Nissan Patrol y60

3.º  Veículo Longo/Hotel Dighton (Rui Nunes/Sandro Almeida) - Nissan Y61


*Apenas as classes Proto e Super Proto vão discutir o título Absoluto que coroa o campeão dos campeões, sendo que a pontuação por prova é atribuída a consoante o máximo número de voltas ao circuito em menos tempo. 

Calendário

5 de abril
Leomil (Moimenta da Beira)

3 de maio
Mação

7 de junho
Chãs de Tavares (Mangualde)

13 de setembro
Vila Nova de Famalicão

11 de outubro
Paredes

Fotos GoAgency

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias