Um mês para mudar a vida de João Carlos Teixeira

Vitória de Guimarães 10-03-2020 08:21
Por Redação

No preciso espaço de um mês, entre 8 de fevereiro e 8 de março, João Carlos Teixeira superou todas as suas marcas anteriores. Nesse curto período, o médio de 27 anos apontou quatro golos, bisando nas partidas com Famalicão e Paços de Ferreira, nas quais nem sequer atuou a tempo inteiro.


Tal registo, a par da importância dos resultados para o coletivo, devolvem a João Carlos Teixeira credenciais que pareciam perdidas, ora em consequência de alguns problemas físicos, ora pela inconstância da sua utilização. O que se viu na Mata Real, anteontem, ao entrar após o intervalo para ajudar a virar o marcador, pode, pois, constituir o relançamento da carreira de um médio que cedo prometia fazer furor, desde que em 2012/2013 deixou o Sporting para integrar os sub-21 do Liverpool, onde estacionou nos seis anos seguintes, antes de ser contratado pelo FC Porto.


Que João Carlos Teixeira possuía qualidades acima da média nunca ninguém o pôs em causa; terá no entanto faltado o verdadeiro salto, no sentido da sua plena afirmação. E Guimarães tem feito parte dessa corrida. Ainda que aqui e ali intermitente, com fogachos e ausências, denotando alguma instabilidade.
Depois destes 30 dias de imediato sucesso, o médio passou a ser visto como elemento prioritário e, dessa forma, a justificar, desde que em condições para tal, mais e frequentes apostas no onze dos conquistadores. Com a vantagem de ser capaz de investir em terrenos interiores como de provocar explosões pelos flancos.


 

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias