«Foi a melhor escolha que podia ter feito»

Santa Clara 27-02-2020 10:28
Por Patrícia Soares

Com seis golos apontados na época em curso - quatro para o campeonato e dois na Taça de Portugal - Carlos Júnior é o melhor marcador do Santa Clara e um argumento importante no ataque dos açorianos, tendo em vista o desejo de somar pontos na receção ao FC Porto, na próxima segunda-feira, em partida da 23.ª jornada.


Os insulares estão tranquilos na tabela classificativa (8.º lugar) e dispostos a explorar qualquer deslize que os dragões possam cometer, tendo em conta que estão obrigados a ganhar nos Açores para não cederem terreno para o Benfica. «O FC Porto é candidato ao título e tem a pressão de ganhar para poder continuar na luta, mas nós também temos a pressão de vencer para garantirmos a manutenção o mais depressa possível. Para além disso, representamos os Açores e queremos alcançar um bom resultado», vinca Carlos Júnior.


O avançado brasileiro de 24 anos pretende continuar a ajudar a equipa a prolongar o bom momento que atravessa e não poderia estar mais satisfeito com a opção que tomou no último verão quando trocou o Rio Ave pelo Santa Clara.


«Foi a melhor escolha que podia ter feito. Estou satisfeito com as oportunidades que tenho tido para jogar e as coisas têm corrido muito bem, tanto a nível individual como coletivo.»


E os números não mentem: Carlos Júnior soma seis golos pelos açorianos - no Rio Ave fez apenas um - e não quer ficar por aqui. «Procuro sempre melhorar, tanto nos treinos como nos jogos. Estou numa boa sequência de jogos e isso traz mais confiança para que possa marcar e assistir os companheiros.»


Ser o melhor marcador do Santa Clara não é, contudo, uma prioridade para o brasileiro. «O meu objetivo é ajudar o Santa Clara a obter bons resultados, continuando a ajudar o clube a fazer história. Sabemos que a manutenção está cada vez mais perto e vamos querer assegurá-la o mais depressa possível. É este o nosso foco», sublinha Carlos Júnior.

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias