Copa del Rey de Baloncesto: Málaga 2020 (artigo de Eduardo Monteiro, 49)

Espaço Universidade 11-02-2020 15:13
Por Eduardo Monteiro

Dentro de dias, mais propriamente de 13 a 16 de fevereiro, temos a oportunidade de assistir, através da televisão, à 84ª edição da Copa do Rei de Espanha em Basquetebol, que vai decorrer no pavilhão dos desportos José Maria Martin Carpena (11.300 espectadores) da cidade de Málaga, na Região Autónoma da Andaluzia. Esta prova é considerada uma referência a nível internacional por ser o melhor torneio nacional de clubes efectuado a meio da época desportiva, ou seja, entre a primeira e a segunda volta do respectivo campeonato nacional. Ao longo dos anos este evento foi ganhando prestígio e conquistando popularidade no mundo da “Bola ao Cesto” pelo que é televisionado por muitas estações de outros países. O modelo competitivo teve origem no sistema utilizado na final 4 e final 8 dos torneios universitários (NCAA) nos USA. Face ao êxito alcançado o modelo foi introduzido, progressivamente, na calendarização de diferentes federações nacionais de basquetebol com bons resultados entre as quais a portuguesa. O actual comissário da NBA, Adam Silver, já alvitrou a hipótese de , no futuro próximo, criar um torneio semelhante a meio da fase regular do campeonato da liga profissional norte americana (82 jogos), como motivação extra para a longa e desgastante primeira fase  do actual quadro competitivo. Assim, o tradicional jogo de exibição “All Star Game” que vem últimamente a perder algum interesse junto dos adeptos e comunicação social norte americana, seria deslocado para outra data.

 

História:

A primeira denominação oficial da competição foi de “Copa de Espanha” e, por essa razão, o vencedor era considerado como campeão do país vizinho. No entanto, o nome oficial da prova foi-se modificando em função do chefe do estado espanhol que é quem entrega o troféu desde a primeira edição. Assim, a designação oficial evoluíu do seguinte modo:

 

- Copa de Espanha (1933-1936)

A competição só teve o seu início cerca de uma década depois do basquetebol ter surgido em Espanha por intermédio do padre Eusébio Millan. Embora a prova tenha sido aberta a todos os campeões regionais, por motivos económicos apenas participaram na 1ª edição os dois primeiros classificados da Catalunha (Juventus A.C. de Sabadell  e Basket-Ball Club de Mataró) e os dois apurados de Castela (Madrid Basket-Ball e Rayo Club de Madrid). O torneio, tipo final four,  foi realizada nos jardins do cinema Goya em Madrid tendo os clubes da capital vencido as meias finais. O Rayo Club Madrid foi  o primeiro campeão nacional ao vencer na final o Madrid Basket por 21-11. Em 1934 a prova não se realizou por ter havido um boicote dos clubes da Catalunha. Em 1935 a competição efectuou-se no Parque municipal de Montjuic em Barcelona com o triunfo final da equipa do Societé Patrie por 23-19 sobre o Rayo Club Madrid. No ano seguinte a prova teve lugar em Frontond de Recoletos, em Madrid, tendo a vitória final pertencido à formação do Rayo Club Madrid por 23-20 sobre  a do Societé Patrie. Entretanto, o torneio foi suspenso em 1936 devido à guerra civil, tal como todas as outras competições desportivas a nível nacional.

 

- Copa del Generalísimo (1940-1976)

Após a guerra civil a competição passou a ter 8 clubes com a incorporação da região de Aragão e, logo de seguida, houve um aumento para 16 equipas com o alargamento aos representantes das regiões de Murcia, Galiza, Astúrias, País Basco e ilhas Baleares. Durante a década de 40 foram entrando na competição equipas clássicas que chegaram aos nossos dias tais como o Barcelona, Real Madrid, Juventude de Badalona, Estudiantes de Madrid, Valencia, Saragoça, Huesca, Gijon e La Laguna. Nestes primeiros anos do governo de Franco as equipas da Catalunha impuseram-se e venceram as primeiras 11 edições da prova com destaque para o Barcelona. A partir de 1951 até ao início da liga nacional houve uma mudança significativa com o Real Madrid a conquistar 17 campeonatos nacionais, o Barcelona 7 e o Juventude de Badalona 6.

 

- Copa del Rey (1977-1983)

Com o ressurgimento da monarquia em 1976 a competição decana do basquetebol espanhol passou a ser designada por “Copa del Rey”. Neste período o Barcelona arrecadou 6 títulos nacionais  e o Real Madrid apenas um.

 

- Copa del Rey - ACB (1983 em diante)

Com o aparecimento da Associação de Clubes de Baloncesto (ACB) em 1983, o campeonato nacional de clubes passou a ser a competição mais importante do calendário nacional. A Copa del Rey foi relegada para segundo plano, ou seja, para uma posição secundária a nível nacional, atendendo a que o apuramento para as competições internacionais de clubes era feito em função da classificação obtida no campeonato nacional. Entre 1983 e 1986, a “Copa del Rey” teve como principal objectivo o apuramento das quatro equipas melhor classificadas, no final da primeira volta do campeonato, para uma fase baseada no sistema do Final Four. A partir de 1987 o torneio expandiu-se para um formato tipo Final 8, com o apuramento das 7 equipas melhor classificadas a meio da principal prova nacional (campeonato da Liga ACB), sendo a oitava equipa oriunda da cidade responsável pela organização do evento.

 

Ranking Histórico:

Real Madrid (27 títulos), Barcelona (25), Juventude Badalona (8), Baskonia (6), Estudiantes Madrid (3), Laieta Basket Club (2), Club Baloncesto Saragoça (2), Rayo Club Madrid (2), Picadero Jockey Club (2), Valencia Basket (1), Manresa (1), Unicaja Malaga (1), CB Atletico Gracia (1), CB Hospitalet (1) e RCD Espanol (1).

 

Copa del Rey – Málaga 2020

Para  a Copa do Rei desta época desportiva foram apurados os primeiros sete classificados no final da 1ª volta do campeonato nacional de basquetebol organizado pela Associação dos Clubes de Basquetebol de Espanha (ACB). Os quatro primeiros, Real Madrid, Barcelona, Casademont Saragoça e Iberostar Tenerife foram designados como cabeças de série. As formações do Bilbau Basket, Valencia Basket, Morabanc Andorra e, ainda, do clube da cidade organizadora, o Unicaja Málaga completam o grupo.

 

Calendário

Quartos de Final:

1 - Barcelona – Valencia Basket (13 Fevereiro)

2 - Real Madrid – Bilbau Basket (13 Fevereiro)

3 - Iberostar Tenerife – Morabanc Andorra (14 Fevereiro)

4 - Unicaja Málaga – Casademont Saragoça (14 Fevereiro)

 

Semifinais (15 Fevereiro):

5 - Vencedor jogo 1 – Vencedor jogo 2

6 - Vencedor jogo 3 – Vencedor jogo 4 

 

Final (16 Fevereiro)

7 - Vencedor do jogo 5 – Vencedor do jogo 6

 

A Associação de Clubes de Baloncesto (ACB) é considerada a melhor liga nacional europeia em função dos resultados obtidos pelas suas equipas nas competições internacionais, quer sejam ao nível do continente europeu ou inter continental. Os clubes apurados para a Copa del Rey possuem um elevado nível competitivo e, por esse facto, também têm acesso às diversas competições europeias:

 

EUROLIGA – Barcelona, Real Madrid e Valencia Basket;

EUROCUP – Morabanc Andorra e Unicaja Málaga;

LIGA DOS CAMPEÕES – Iberostar Tenerife e Casademont Saragoça.

 

Os olheiros das equipas da NBA vão, como é habitual, estar presentes nesta competição com o objectivo de observarem os novos talentos que possuam qualidades para vir a ingressar na liga profissional norte americana.

 

Eduardo Monteiro é ex-treinador do SL Benfica e das Seleções Nacionais

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias