Trump e Selby vencem, Neil e Ronnie estreiam-se 3.ª feira em Gales

Snooker 10-02-2020 23:48
Por António Barroso

Os ingleses Judd Trump, de 30 anos, número um e campeão mundial (2019) e Mark Selby, de 36 anos, quarto da hierarquia (e tricampeão mundial, 2014, 2016 e 2017) apuraram-se na noite desta segunda-feira para os 32avos de final do Open de Gales, prova da época 2019/2020 do World Snooker Tour que neste dia se iniciou, ao vencerem os respetivos encontros da 1.ª ronda da prova, a decorrer até domingo, dia 16 do corrente mês, na Motorpoint Arena, em Cardiff (País de Gales).

 

Trump venceu o compatriota James Cahill, de 24 anos, 102.º da hierarquia, por 4-1: Judd chegou a 3-0 - com centenária (132 pontos) a abrir e entrada de 55 pontos a fechar - e defrontará Craig Steadman ou Billy Joe Castle nos 32 avos de final, quarta-feira, dia 12 do corrente mês. Já Selby viu outro compatriota, David Amazing Grace, de 34 anos, 87.º do ranking, começar a ganhar (0-1)... e logo com centenária (132 pontos). Entrada de 65 pontos valeu a Mark o empate e, após liderar por 3-1, selou vitória por 4-2 (entrada de 72 pontos a fechar): medirá forças na 2.ª ronda ante Craig Steadman ou Chen Zifan, na quarta-feira.

 

Dos jogos dos 64avos deste dia inaugural na Motorpoint Arena – a 1.ª ronda só se conclui na terça-feira, dia 11 do corrente mês – destaque ainda para as vitórias do galês Mark Williams, terceiro da hierarquia e tricampeão mundial (2000, 2003 e 2018) atenção especial aos duelos Mark Williams por 4-1 sobre o inglês Oliver Lines, e do campeão do UK Championship, o chinês Ding Junhui, por 4-2, sobre Marco Fu (Hong Kong). Surpresas relativas neste primeiro dia em Cardiff, as eliminações de Joe Perry ante Ashley Carty (3-4) e do inglês David Gilbert ante o galês Matthew Stevens (2-4).

 

Na terça-feira, dia 11, e ainda para a 1.ª ronda (64avos de final), estreiam-se na Motorpoint Arena Mark Allen (diante de Andrew Higginson, 10 horas), com Ronnie O’Sullivan a entrar em ação frente ao chinês Zhang Jiankang (13 horas) Kyren Wilson perante Jackson Page (14 horas), John Higgins com Joe O’Connor (20 horas) e o campeão do torneio em 2019 no Welsh Open, o australiano e aniversariante na terça-feira (completa 38 anos) Neil Robertson – venceu Stuart Bingham por 9-7 na final de 2019 – diante do galês Jamie Clarke (19 horas).

 

Para Portugal, atenção especial ao brasileiro Igor Figueiredo, que mede forças ante o iraniano Hossein Vafaei (19 horas), depois de o suíço e lusodescendente (filho de mãe madeirense) Alexander Ursenbacher ter vencido neste dia o inglês (de origem no Bangladesh) Hammad Miah, por 4-2: nos 32avos de final em Cardiff defrontará ou o tailandês Noppon Saengkham, ou o veterano escocês Alan McManus.

 

Em jogo na quarta e última prova das Home Nations Series, pontuável para o ranking e da época 2019/2020 do World Snooker Tour está um cheque de £70 mil (€82.348) para o campeão, de um total de £405 mil (€476.444) em prémios.

 

Os jogos do Open de Gales, transmitido para Portugal (EuroSport), são à melhor de sete parciais até aos oitavos: vence quem ganha quatro (4-0 a possíveis 4-3). Os quartos já serão à melhor de nove parciais, até cinco (5-0 a possíveis 5-4) e as meias-finais à melhor de 11 partidas, até um ganhar seis (de 6-0 a possíveis 6-5). A final será até possíveis 17 frames: é campeão o primeiro a chegar a nove (de 9-0 a possíveis 9-8).

 

1.ª ronda, principais jogos desta 2.ª feira (apurados a negro):

Alexander Ursenbacher-Hammad Miah, 4-2

Mark Williams-Oliver Lines, 4-1

Ding Junhui-Marco Fu, 4-2

David Gilbert-Matthew Stevens, 2-4

Joe Perry-Ashley Carty, 3-4

Stuart Bingham-Martin Gould, 4-2

Judd Trump-James Cahill, 4-1

Ali Carter-Adam Stefanow, 4-2

Mark Selby-David Grace, 4-2

 

1.ª ronda, principais jogos de 3.ª feira (hora local e de Portugal continental):

Mark Allen-Andrew Higginson (10 horas)

Ronnie O’Sullivan-Zhang Jiankang (13 horas)

Graeme Dott-Zhao Xintong (13 horas)

Kyren Wilson-Jackson Page (3.ª feira, 14 horas)

Neil Robertson-Jamie Clarke (19 horas)

Shaun Murphy-Darren Morgan (19 horas)

Igor Figueiredo-Hossein Vafaei (19 horas)

John Higgins-Joe O’Connor (20 horas)

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias