Natxo González perspetiva jogo difícil e decidido nos detalhes

Tondela 25-01-2020 14:21
Por Arménio Pereira

O Tondela tem este domingo nova oportunidade para regressar aos triunfos em casa frente ao Vitória de Setúbal (15h).

 

Natxo González quer iniciar a segunda volta com uma vitória diante dos sadinos prevendo um jogo difícil e equilibrado. Para o técnico é impossível ter um guião do que poderá acontecer amanhã no Estádio João Cardoso porque esse dependerá de muitas coisas.

 

Este domingo tem início uma «uma segunda volta emocionante» em que o objetivo é «ganhar em casa para que a equipa se poder alimentar desses pontos». Maior fiabilidade nos jogos no seu reduto é aquilo que o treinador espanhol pede. «Que tipo de partida? – Equilibrada e os detalhes possivelmente são os que podem fazer que uma outra equipa ganhe», perspectivou.

 

Natxo González garante que a ideia da equipa é sempre a mesma: «Impormo-nos aos outros». Na análise ao adversário, o técnico basco referiu que os números e a estatística são muito claros: «É uma equipa que com 10 golos marcados tem 22 pontos. Não é normal com estes golos marcados ter tantos pontos». Esta evidência demonstra também que o Vitória de Setúbal é «defensivamente muito fiável e que rentabiliza muito bem os golos», reforçando que está em crescendo em termos ofensivos.

 

A escassez de golos também tem estado presente nos últimos jogos do Tondela mas as oportunidades continuam a ser criadas apesar das falhas na concretização. «Sempre encontrámos situações de golo, umas vezes mais, outras vezes menos e será assim amanhã», garantiu.

 

Natxo González define o comportamento ofensivo da sua equipa em função da estrutura do rival, «com certas variantes procuramos soluções no ataque…». O técnico não deu muita importância ao facto deste jogo ter duas equipas orientadas por técnicos espanhóis. O técnico limita-se a ver os pontos fortes e pontos débeis do adversário e pouco mais. «Somos treinadores que se adaptam aos jogadores que temos. Não somo de ideias fixas e temos a capacidade de adaptarmo-nos», particularizou.

 

Em relação ao mercado, Natxo González, não disse muito, apenas para salientar que se saírem jogadores outros também devem entrar. Até ao dia 31 de janeiro tudo pode acontecer. «Pode ser que não se passe nada, mas também, podem-se passar muitas coisas. O normal é que a equipa não se debilite…», concluiu.

 

 

 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos