Neil bate Carter (6-1): está na final do European Masters

Snooker 25-01-2020 16:39
Por António Barroso

O australiano Neil Robertson, de 37 anos, quinto da hierarquia (e campeão mundial em 2010) apurou-se na tarde deste sábado para a final do European Masters, prova da época 2019/2020 do World Snooker Tour a decorrer até domingo, dia 26 do corrente mês, em Dornbirn (Áustria), ao vencer o inglês Ali Carter, de 40 anos, 16.º do ranking, por 6-1, na primeira meia-final do torneio, primeiro de quatro das European Series.

 

Neil espera agora, no duelo decisivo de domingo, pelo vencedor da segunda meia-final, que se jogará a partir das 19 horas, entre o jovem (22 anos) chinês Zhou Yuelong, 27.º da hierarquia, e o inglês Gary Wilson, de 34 anos, 18.º do ranking e semifinalista do Mundial 2019.

 

Carter tentava segunda final seguida na época, após perder 8-10 ante Stuart Bingham na final do Masters, em Londres, e um quinto título em provas de ranking, quatro anos depois do último que conquistou, o World Open 2016, em Yushan, na China (10-8 a Joe Perry na final), enquanto Neil Robertson está, em Dornbirn, a um passo do 17.º título da carreira em provas de ranking e o seu primeiro da corrente época pontuável para o ranking, apesar de já ter conquistado a Champion of Champions (10-9 a Judd Trump na final), que não conta para as contas do dinheiro amealhado pelos profissionais nos últimos dois anos, método de cálculo utilizado.

 

Um jogo que deixou a desejar e decidido pelo superior aproveitamento de Robertson às falhas de Carter. Com 1-1, na terceira partida, Ali arriscou uma castanha para o meio e deu a Neil a possibilidade do 2-1. O inglês voltou a deixar escapar o 2-2 antes do intervalo ao falhar uma bola rosa, com o australiano a capitalizar para o 3-1, 4-1 no recomeço, após Neil protagonizar entrada de 55 pontos a aproveitar lapso do britânico a jogar a última vermelha na mesa.

 

Mesmo sem centenárias, Robertson acelerou e Carter quebrou psicologicamente, com Neil a fechar o jogo em duas horas nos parciais seguintes, com entradas de 79 e 64 pontos para o 6-1 que o coloca na final de domingo.

 

O European Masters é uma prova pontuável para o ranking do World Snooker Tour, a decorrer até domingo, dia 26 do corrente mês em Messe Dornbirn (Áustria). Atribui £407 mil (€482.935) em prémios, das quais £80 mil (€94.926) ao campeão (inglês Jimmy Robertson venceu em 2019, 9-6 a Joe Perry na final).

 

O torneio é transmitido para Portugal (EuroSport) e a segunda meia-final ainda será jogada à melhor de 11 frames: ganha o primeiro a chegar a seis (de 6-0 a possíveis 6-5). A final, domingo, dia 26, será à melhor de 17 parciais, em duas sessões (oito frames na primeira) até um vencer nove (9-0 a possíveis 9-8).

 

O profissional que amealhar mais dinheiro nas quatro European Series (European Masters, German Masters, Shoot Out e Open de Gibraltar) tem bónus de £150 (€177.986) da World Snooker. Se um só jogador vencer os quatro torneios, auferirá £260 mil (€308.509) que, com o bónus, podem chegar a chorudos £410 mil (€486.495)..

 

Meias-finais, este sábado (apurado a negro):

Ali Carter-Neil Robertson, 1-6

Zhou Yuelong-Gary Wilson (19 horas)

 

Final do Masters da Europa, domingo (hora de Portugal continental):

Neil Robertson-Zhou Yuelong/Gary Wilson (13 e 19 horas)

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos