«É importante entrar com onze e conseguir acabar com onze»

Vitória de Guimarães 21-01-2020 12:47
Por Redação

A segunda-meia final da Taça da Liga (quarta-feira, 19.45) volta a colocar frente a frente V. Guimarães e FC Porto. Ivo Vieira promete a sua equipa a lutar olhos nos olhos, escudada «no apoio massivo» dos adeptos vimaranenses em Braga.

 

O último encontro entre as duas equipas, em setembro, a contar para a 4.ª jornada da Liga, ficou marcado pela expulsão do central Tapsoba logo no primeiro minuto: «Esta é uma competição diferente onde todos queremos ganhar, não há margem para recuperar. Do outro lado estará uma equipa a querer o mesmo objetivo, por isso estamos à espera de um FC Porto forte, não acreditamos em fragilidades numa equipa valiosa e que está bem orientada. Tivemos um desempenho digno [nesse jogo com o FC Porto, 0-3] e apesar de menos um jogador, olhámos sempre olhos nos olhos do adversário, vamos acrescentar isso ao futebol português. É certo que não temos resultados abonatórios com os grandes, mas também o somos e temos de equilibrar, mostrando mais eficácia», desejou.

 

Ivo Vieira foi questionado sobre os lesionados e indisponíveis, mas preferiu mudar o rumo: «O mais importante é entrar com onze e conseguir acabar com onze, como é óbvio. Amanhã poderá ser um dia diferente. Montámos uma estratégia para sermos mais competitivos e competentes. Acredito no que fazemos.»

 

Ivo Vieira analisou o FC Porto mais um pouco: «O FC Porto é forte, mas eu prefiro pensar numa equipa motivada, confiante, a acreditar na nossa ideia de jogo. Amanhã vamos entrar com noção do grau de dificuldade e vamos pensar e acreditar no que queremos fazer. Sabendo que vai ser difícil para ambas as partes.»

 

Os adeptos do Vitória foram os que mais compraram bilhetes para esta fase e Ivo Vieira reconheceu o empenho dos adeptos: «É habitual a paixão dos adeptos, a vontade de ganhar deles tem de ter seguimento na nossa, queremos vencer esta competição. Vai ser massivo o apoio que vamos ter em Braga e queremos dar uma resposta positiva. São 4 equipas fortes e temos a nossa pressão saudável, que é jogar bem. Estamos aqui na final four por mérito e vamos lutar para algo mais.»

 

O treinador vimaranense reconheceu que esta competição deveria dar ao seu vencedor um lugar nas competições, o que tornaria a Taça da Liga mais atrativa. «Já estiver num espaço em que o discutimos e os responsáveis estão nessa luta, que uma conquista possa dar um espaço europeu à equipa vencedora. Há vontade que isso aconteça, o futebol português também tem coisas boas», referiu.

Ler Mais
Comentários (9)

Últimas Notícias

Mundos