Moçambique é o melhor destino para investimento na África Subsaariana

Moçambique 20-01-2020 14:31
Por Alexandre Zandamela, Maputo

A consultora EXX Africa classificou Moçambique como o melhor destino de investimento na África Subsaariana este ano, seguido da vizinha África do Sul.

 

Ultrapassados os problemas do colapso cambial (forte depreciação do Metical face às principais moedas de circulação no mercado), dívida pública e fraca governação, a consultora EXX Africa conclui que Moçambique virou a página no panorama internacional e é o melhor destino para investimento na África, Subsaariana este ano.

 

Intitulado “Vencedores e Perdedores Africanos em 2020”, o mais recente relatório da EXX Africa aponta a África do Sul como o segundo melhor classificado a nível da região.

 

“Quando começarem avultados investimentos estrangeiros na indústria do gás natural e possível apoio do Fundo Monetário Internacional, melhor desempenho do sector bancário e o resultado de processos legais internacionais no escândalo de dívidas ocultas serão indicadores-chave para a nossa projecção optimista”, escreve a consultora, citada pelo “O País”.

 

E acrescenta que as eleições gerais do ano passado não provocaram distúrbios em massa e o Governo moçambicano tem um forte mandato para implementar melhorias regulatórias e legislativas no sector do gás.

 

Sobre os ataques dos insurgentes no norte de Moçambique, a EXX Africa refere que a incursão fracassou na sua missão de impedir a entrada de investimento estrangeiro nos projectos do gás. Entretanto, “é preciso que haja monitoria da situação nos próximos anos”.

 

O relatório sobre 2020, que retira Angola da lista dos melhores destinos de investimento, identifica cinco riscos principais para o continente africano este ano: A implementação do acordo de livre comércio, as revoltas populares, as eleições, a nova moeda Eco na África Ocidental e as mudanças climáticas.

Ler Mais

Últimas Notícias