Rui Pinto continua em prisão preventiva e será julgado por 93 crimes

Justiça 17-01-2020 15:12
Por Redação

A juíza de instrução Cláudia Pina revelou esta quinta-feira que Rui Pinto, criador do Football Leaks, será julgado por 93 crimes.

 

O crime de extorsão à Doyen mantém-se, em conjunto com o advogado Aníbal Pinto. Os restantes 92 crimes dividem-se em seis de acesso ilegítimo, um de sabotagem, 17 de violação de correspondência e 68 de acesso indevido.

 

A juíza assegurou ainda que Rui Pinto «nunca poderia ser considerado um whistleblower», uma vez que este termo se adequa a alguém «juridicamente desinteressada», garantindo ainda que Rui Pinto teve «uma atuação muito diversa daquela que têm os denunciantes».

Ler Mais
Comentários (73)

Últimas Notícias