Adepto admite ameaça de morte ao presidente

Marselha 16-01-2020 17:50
Por Redação

Segundo classificado no campeonato francês, o Marselha vive uma crise interna. Depois de André Villas Boas ter demonstrado o descontentamento com a contratação de Paul Aldrige para consultor do futebol, o presidente Jacques-Henri Eyraud foi alvo de uma ameaça de morte nas redes sociais.

 

Uma mensagem que acabou por ser retirada e que deu lugar a um pedido de desculpas por parte do autor.

 

«O tweet foi apagado e já apresentei as minhas desculpas ao presidente Jacques-Henri Eyraud. Nunca atentaria contra a saúde da pessoa em questão. A minha raiva vai ser expressa através do boicote ao estádio, bem como a todos os produtos do Marselha. Espero que o clube se apure para a Liga dos Campeões e que o Villas Boas continue», pode ler-se.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos